Três embarcações, tripuladas por espanhóis, apanhadas em situação irregular de madrugada na pesca com recurso à ganchorra rebocada na zona de Tavira

Estavam a operar, entre a Praia do Barril e aBarra de Tavira, fora do horário legalmente definido. Elementos da Polícia Marítima envolvidos nesta acção de fiscalização elaboraram os respetivos autos de notícia.

José Manuel Oliveira

Uma operação de fiscalização levada a efeito porcinco elementos do Comando da Polícia Marítima de Tavira, durante a madrugada de 17 de Abril (quarta-feira) e destinada à actividade da pesca com recurso à arte denominada por «ganchorra rebocada», contribuiu para a elaboração de três autos de notícia a três embarcações em situação irregular, entre a Praia do Barril e a Barra de Tavira.

Fiscalizadas cinco embarcações de pesca em plena actividade

“Durante esta ação, foram fiscalizadas cinco embarcações de pesca em plena atividade, com tripulantes de nacionalidade espanhola, com recurso a artes de pesca denominadas de «ganchorra rebocada», estando três delas a operar fora do horário legalmente definido. Os elementos da Polícia Marítima elaboraram os respetivos autos de notícia”, refere a Autoridade Marítima Nacional, sem acrescentar mais pormenores a esse nível.

Entretanto, segundo apurou o ‘Litoralgarve’, um auto de notícia implica o seu envio ao Ministério Público e vale como denúncia, obrigando esta entidade a instaurar um processo penal.

Polícia Marítima leva duas embarcações da Capitania de Tavira e duas viaturas para a operação

Estiveram empenhados, nesta acção de fiscalização,“cinco elementos do Comando-local da Polícia Marítima de Tavira, apoiados por duas embarcações e duas viaturas”, conclui o comunicado.

Arte de pesca rebocada visa a captura de moluscos bivalves

Recorde-se que “a arte de pesca rebocada, efectuada a pé ou por embarcações, atua sobre o fundo e visa a captura de moluscos bivalves, sendo 

constituída por um saco de rede, cuja abertura está ligada a uma estrutura rígida, de forma e dimensões variáveis dotada, na parte inferior, de um painel com ou sem dentes que revolve o fundo”, indica a Direção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos. 

Mais Artigos