Covid-19 – Assinalada no Algarve descida para 1.330 doentes com o vírus e 31 internados, numa semana em que houve dois falecimentos e 1.131 recuperados

Faro é o concelho onde existe maior número de doentes atingidos por esta pandemia.

Ao registar  246  casos ativos  (menos  39 comparativamente à semana passada, a 08 de Setembro de 2022), o concelho de Faro voltou a ser, no Algarve, o que tem mais pessoas infetadas pela Covid-19. É o que apontam os dados até às 24h00 do dia 15 de Setembro de 2022, da Administração Regional de Saúde do Algarve.

Na Nota Informativa Semanal nº. 36 / 2022, elaborada pela Comissão de Proteção Civil da Região do Algarve e divulgada na sexta-feira, dia 16 de Setembro de 2022, com o Ponto de Situação Covid-19, surge, agora, o concelho de Loulé em segundo lugar, somando   210  casos ativos  (menos  80). Já a terceira posição continua ocupada pelo concelho de Portimão, que tem  178  casos ativos, o que representa menos  70  pessoas atingidas por este vírus.

Concelho    de   Alcoutim   permanece     com     menos    infetados  

Neste relatório, o concelho de Alcoutim figura, desta vez, isolado (há uma semana estava junto ao de Vila do Bispo), ao nível de menor número de pessoas contaminadas, assinalando  seis  casos ativos  – menos  quatro do que há sete dias.

Enfermarias     de     hospitais    do    Algarve     registaram       31     doentes     contaminados,    ou    seja,    menos   cinco,    numa    altura    sem    ninguém    em    Unidades    de    Cuidados    Intensivos.   E   não    houve    ventilados    pela    sexta     semana    consecutiva  –    um   mês   e   meio

Até às 24:00 horas do dia 15 de Setembro de 2022 (por lapso foi indicado o dia 08 deste mês, que consta do documento da semana passada), foram contabilizados, na Situação Epidemiológica na Região do Algarve31 doentes internados em enfermarias, com Covid-19, o que corresponde a menos cinco do que há uma semana. Enquanto isso, desta vez ninguém estava  em Unidades de Cuidados Intensivos  (onde havia uma pessoa), nem existiram ventilados pela sexta semana consecutiva. Deste modo, desceu de  37  para  31  o número de doentes com a pandemia em hospitais algarvios.

Menos    509    pessoas    infetadas    no    Algarve,    onde     desceu    para   1.330   o    total    de    casos    ativos   numa    semana    em   que    dois    faleceram        e    1.131    recuperaram   da    doença

CASOS ATIVOS E RECUPERADOS POR CONCELHO NA REGIÃO DO ALGARVE – 15 DE SETEMBRO DE 2022

No mesmo período, a Administração Regional de Saúde do Algarve registou  1.330  casos  ativos, ou seja, desta vez menos  509   pessoas com o novo coronavírus nesta região do sul do país. Recorde-se que houve mais  oitenta e duas infetadas na semana anterior.

Entretanto, mais  1.131  indivíduos foram dados como curados  (na outra semana, 509), o que contribuiu para ascender a  226.920  o cumulativo de casos de recuperação no Algarve, desde o dia 06 de Março de 2020, quando apareceu a pandemia.

Segundo o documento, agora divulgado, houve mais dois  óbitos com Covid-19   (um na semana anterior, recorde-se), pelo que subiu para  916  o total de falecimentos na região algarvia, desde 2020.

285    pessoas    em    Vigilância    Ativa    e    1.299    no   Domicílio,    por    precaução.    São    descidas    em    ambas    as    situações   

Por outro lado,  1.299  pessoas  (menos   504)  encontravam-se no Domicílio, por precaução,  e   285    (menos   30)  em Vigilância Ativa das autoridades de saúde.

Refira-se, ainda, que desde que surgiu a Covid-19, a 06 de Março de 2020, eleva-se a  229.166 o cumulativo de casos de infeção confirmados no Algarve.

Depois de duas semanas consecutivas com aumento de doentes contaminados, a pandemia voltou a dar sinais de abrandamento  nesta região, onde também diminuiu o número de hospitalizados.

José Manuel Oliveira

Paulo Silva

PUBLICIDADE