Autarca de Portimão, Isilda Gomes, a caminho de Estrasburgo, em sétimo lugar na lista do PS candidata às eleições para o Parlamento Europeu

Depois de, há pouco mais de duas semanas, a 05 de Abril, ter dito, de forma lacónica e com um sorriso irónico, “não inventem…”, ao ser questionada pelo ‘Litoralgarve’, sobre a sua disponibilidade para integrar a lista de candidatos socialistas às eleições europeias, Isilda Gomes viu, nesta segunda-feira, dia 22, a Comissão Política Nacional do partido aprovar o seu nome em sétimo lugar no grupo que é liderado pela ex-ministra da Saúde e atual deputada na Assembleia da República, Marta Temido. “É preciso é que tenha rédeas na Europa”, apelam empresários na Praia do Rocha, saudando a aposta do PS em Isilda Gomes.

José Manuel Oliveira

A presidente da Câmara Municipal de Portimão, Isilda Gomes, que cumpre o seu terceiro e último mandato consecutivo neste cargo (não pode, por isso, voltar a concorrer às autárquicas, em 2025, devido à legislação em vigor), integra em sétimo lugar a lista do Partido Socialista, candidata às eleições para o Parlamento Europeu, a realizar no dia 09 de Junho de 2024. Ou seja, de acordo com as últimas sondagens conhecidas, encontra-se numa posição elegível em face da vantagem do PS nesta corrida eleitoral, num grupo liderado por Marta Temido, actual deputada na Assembleia da República e ex-ministra da Saúde, que assumiu papel relevante durante o período da pandemia da Covid-19.

A lista do PS candidata ao Parlamento Europeu, em Estrasburgo, França, foi aprovada com 76 por cento dos votos expressos na noite de segunda-feira, 22 de Abril de 2024, em reunião da Comissão Política Nacional, na sede do partido, situada no Largo do Rato, em Lisboa.

Secretário-geral do PS, Pedro Nuno Santos: “É uma lista de qualidade e experiência”

Nessa lista, completamente renovada, não consta nenhum dos eurodeputados socialistas que cessam agora funções, como foi referido na altura. “É uma lista de qualidade e experiência”, destacou, em declarações aos jornalistas, o secretário-geral do PS, Pedro Nuno Santos

Reação na Praia da Rocha: “É preciso é que Isilda Gomes tenha rédeas na Europa”

O ‘Litoralgarve’ tentou obter uma reacção, um comentário da autarca portimonense, devido à inclusão do seu nome em sétimo lugar na lista do PS para o Parlamento Europeu, tendo, nesse sentido, enviado, pelas 23h. 25m. de segunda-feira, uma mensagem por escrito para o telemóvel de Isilda Gomes. Aguardamos uma resposta.

Já na Praia da Rocha, em Portimão, proprietários e frequentadores de bares e estabelecimentos da restauração mostraram-se satisfeitos. “É preciso é que Isilda Gomes tenha rédeas na Europa”, apelou um deles.

“Não inventem…”, limitou-se a dizer, de forma lacónica e com sorrisos à mistura, Isilda Gomes, ao nosso Jornal, há pouco mais de duas semanas, sobre a eventual candidatura às eleições europeias

Curiosamente, a integração de Isilda Gomes na lista socialista para as eleições europeias, surge pouco mais de duas semanas depois de a autarca algarvia ter transmitido a ideia de afastar esse cenário.

“Não inventem…”, limitou-se a reagir, de forma lacónica e com sorrisos à mistura, Isilda Gomes, que preside, desde Junho de 2022, à Comissão de Recursos Naturais do Comité das Regiões, em Bruxelas, quando, recorde-se, o ‘Litoralgarve’ a questionou, na manhã do dia 05 de Abril, sobre a possibilidade de vir a fazer parte da lista do PS, candidata às eleições ao Parlamento Europeu.

Na altura, a autarca assistia, numa das salas do primeiro andar do Museu de Portimão, a um encontro entre o secretário-geral do Partido Socialista, Pedro Nuno Santos, e Nicolas Schmit, actual comissário europeu para o Emprego e Direitos Sociais, e recentemente eleito candidato dos socialistas da União Europeia para a presidência da Comissão Europeia na próxima legislatura, como o nosso Jornal, então, descreveu.

Aquele responsável europeu participou juntamente com Klara Geywitz, ministra alemã da Habitação, Isilda Gomes, presidente da Câmara Municipal de Portimão, e Christophe Rouillon, presidente do Grupo do Partido Socialista Europeu, a 04 e 05 de Abril de 2024, no museu da cidade do rio Arade, numa conferência sobre o tema «Habitação para todos: Cidades e regiões progressistas constroem o futuro».

Esta iniciativa, organizada pelo Partido Socialista Europeu no Comité das Regiões, incluiu, no seu programa, por parte dos participantes, a assinatura da Declaração «Affordable Housing Needs Europe – Europe Needs Affordable Housing» («A habitação precisa da Europa – A Europa precisa da habitação»). O encontro internacional acabou, ao mesmo tempo, por ser encarado como uma forma de projectar Isilda Gomes para a lista socialista concorrente ao Parlamento Europeu, o que agora se confirma.

Vasta experiência política a nível local, regional, nacional e internacional servem de trampolim para outros horizontes

Isilda Maria Prazeres dos Santos Varges Gomes, nascida em Medo, no concelho de Almeida, a 16 de Setembro de 1951 (tem 72 anos de idade), licenciada em Matemática e Ciências da Natureza, já reformada como professora, em Portimão, é uma figura com vasta experiência política no Algarve, onde tem ocupado vários cargos, nomeadamente o de Governadora Civil do Distrito de Faro, entre 01 de Junho de 2007 e 14 de Agosto de 2009.

Na sequência da sua eleição a 29 de Junho de 2022,como referimos, preside à Comissão de Recursos Naturais do Comité das Regiões, na cidade de Bruxelas, capital da Bélgica. Já foi deputada pelo Círculo Eleitoral de Faro na Assembleia da República e após desempenhar o cargo de vereadora, é presidente da Câmara Municipal de Portimão, desde Outubro de 2013, sendo-lhe apontada como uma das suas proezas o facto de ter conseguido estabilizar a delicada situação financeira deste município do barlavento algarvio, que se registava na altura.

Esse trabalho, a imagem entretanto conquistada e a sua experiência internacional no Comité das Regiões, em Bruxelas, além da influência que mantém no aparelho socialista, no qual continua a integrar o Secretariado Nacional, órgão de Direcção do partido, agora sob a liderança de Pedro Nuno Santos, sendo também dirigente da Associação Nacional dos Autarcas do PS, acabam por contribuir para colocar Isilda Gomes em posição de vantagem para horizontes mais vastos ao nível europeu.

Socialistas em Portimão, apreensivos, reconheciam que “a concorrência é muita no interior do próprio partido, sobretudo depois de o PS ter perdido as últimas eleições legislativas”

“A concorrência é muita no interior do próprio partido, sobretudo depois de o PS ter perdido as últimas eleições legislativas, no dia 10 de Março de 2024”, diziam, ao ‘Litoralgarve’, socialistas em Portimão, como o nosso jornal contou na altura daquele encontro de socialistas europeus. Mas, nesta cidade, também reconheciam que Isilda Gomes “há muito tempo que pretende chegar a eurodeputada, continua a trabalhar nesse sentido e não é por acaso que Álvaro Bila deixou a presidência da Junta de Freguesia de Portimão, nas últimas eleições autárquicas, para integrar, como número dois, ou seja, como vice-presidente, a Câmara Municipal, já a preparar o futuro. Isto, numa altura em que Isilda Gomes não se poderá recandidatar ao cargo por estar no seu terceiro mandato consecutivo.”

Já a ex-ministra da Saúde e actual deputada na Assembleia da República, Marta Temido, era apontada, há pouco mais de duas semanas naquele encontro internacional de socialistas em Portimão, como uma possível aposta para encabeçar a lista do PS ao Parlamento Europeu, como, de resto, o ‘Litoralgarve’ salientou nessa altura.

Isilda Gomes: “Um dia, que espero ser breve, voltaremos a ter um primeiro-ministro socialista, Pedro Nuno Santos”

A concluir o discurso de abertura do segundo dia dos trabalhos daquele encontro de socialistas europeus, no auditório do Museu de Portimão, a 05 de Abril, em jeito de recado ao novo governo, liderado pelo PSD, e ao país, a autarca do PS, Isilda Gomes, aproveitou para dizer: “um dia, que espero ser breve, voltaremos a ter um primeiro-ministro socialista, Pedro Nuno Santos.” A assistência aplaudiu. E nessa altura em que já se preparava a elaboração da lista de candidatos a deputados do PS às eleições para o Parlamento Europeu, Isilda Gomes realçou, ainda, o papel dos socialistas e a sua “vantagem na Europa”, que “queremos mais coesa”, finalizando com “Viva Portimão, viva o Partido Socialista Europeu, viva a Europa”, entre mais aplausos.

Portugal tem 21 eurodeputados, nove dos quais são do PS e seis do PSD

Nesta nona legislatura do Parlamento Europeu, de 2019 a 2024, Portugal conta com 21 eurodeputados – nove do PS, seis do PPD/PSD, dois do Bloco de Esquerda, dois do PCP, um do CDS-PP e um do PAN, partido que, no entanto, deixou de estar ali representado pelo facto de o seu eleito ter passado a independente no dia 16 de Junho de 2020.

MARTA TEMIDO LIDERA LISTA DE EFECTIVOS E JOÃO SOARES ENCERRA  

São estes os candidatos pelo Partido Socialista às Eleições Europeias de 9 de Junho de 2024:

EFECTIVOS

1º. – MARTA TEMIDO 

Actual deputada na Assembleia da República pelo Círculo Eleitoral de Lisboa, desempenhou o cargo de ministra da Saúde, desde 15 de Outubro de 2018 até 30 de Agosto de 2022, altura em que pediu a demissão, tendo sido substituída no cargo por Manuel Pizarro. Marta Temido assumiu papel preponderante durante o período da pandemia da Covid-19, nos anos de 2020 a 2022. 

2º. –  FRANCISCO ASSIS

Ex-presidente do Conselho Económico e Social, é deputado na Assembleia da República pelo Círculo Eleitoral do Porto.

   3º. –  ANA CATARINA MENDES

   Deputada na Assembleia da República pelo Círculo Eleitoral de Setúbal, exerceu funções de Ministra-Adjunta e dos Assuntos Parlamentares, no governo liderado por António Costa.

4º. –  BRUNO GONÇALVES

Secretário-geral dos Jovens da Internacional Socialista

5º. –  ANDRÉ RODRIGUES

   Deputado do PS na Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores

6º. –  CARLA TAVARES

      Presidente da Câmara Municipal da Amadora e do Conselho Metropolitano de Lisboa

7º. –  ISILDA GOMES

Presidente da Câmara Municipal de Portimão e da Associação Nacional de Autarcas do PS

8º. –  SÉRGIO GONÇALVES

    Deputado do PS na Assembleia Legislativa da Madeira e antigo presidente do PS nesta região

9º. – MIGUEL LEMOS

   Presidente do Conselho de Administração da empesa municipal Águas de Gaia

10º – JOANA SÁ PEREIRA

      Ex-deputada na Assembleia da República

11º. –  PEDRO DO CARMO

       Ex-deputado na Assembleia da República

12º. –  INÊS JOÃO RODRIGUES

     Presidente da JS Braga

13º. –  JORGE MANUEL SANTOS CONDE

     Presidente do Instituto Politécnico de Coimbra

14º. –  LÚCIA SILVA

      Ex-deputada na Assembleia da República

15º. –  MÁRIO BALSA

       Deputado na Assembleia Municipal do Entroncamento

16º. –  INÊS PINTO

    Mestre em Direito da União Europeia

17º. –  FRANCISCO  THEMUDO

     Técnico superior da Movijovem

18º. –  MARGARIDA CARDOSO

      Coordenadora da estrutura das Mulheres Socialistas de Seia

19.º – ANA CLÁUDIA MOREIRA

      Secretária Nacional da Juventude Socialista para as Autarquias Locais

20º .-  HÉLIO FAZENDEIRO

      Líder da Bancada do PS na Assembleia Municipal da Covilhã

21º. –  JOÃO SOARES

       Editor literário. Filho de Mário Soares, fundador do PS, e da algarvia Maria Barroso, foi deputado no Parlamento Europeu (1994-1995), presidente da Câmara Municipal de Lisboa (1995 – 2002), Ministro da Cultura (2015 – 2016) e deputado na Assembleia da República, nomeadamente pelo Círculo Eleitoral de Faro, quando José Sócrates era o secretário-geral socialista.   

SUPLENTES

1º. – VANDA CRUZ

2º.-  ADRIANO MENINO

3º. – JOSÉ MARQUES

4º. –  NATHALIE OLIVEIRA

5º. – SOFIA PEREIRA

6º. – ABEL MATINHA

7º. – CAROLINA MACEDO SANTOS

8º. – JOÃO PINTASSILGO

(Em actualização)

Mais Artigos