Vila Real de Santo António assume presidência da Eurocidade do Guadiana

Esta quinta-feira, Dia da Europa, o município de Vila Real de Santo António assumiu a presidência da Assembleia Geral da Eurocidade do Guadiana, entidade composta pelos municípios de Ayamonte, Castro Marim e Vila Real de Santo António.

A Eurocidade do Guadiana foi constituída em 2013 e em 2018 obteve o reconhecimento como Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial, abrindo novas oportunidades para o território que abrange os três concelhos transfronteiriços.

O presidente da Câmara Municipal de Vila Real de Santo António, Álvaro Araújo, assume o cargo num dia simbólico, já que ontem se completaram onze anos desde a criação da Eurocidade.

«Com espírito de missão e serviço, num modelo de governança partilhada, queremos que a Eurocidade do Guadiana seja uma realidade consolidada, atrativa, desejada e reconhecida», afirma Álvaro Araújo.

«A cooperação transfronteiriça entre dois países e três municípios traz valor acrescentado ao desenvolvimento do território como um todo e permite-nos pensar e atuar num sentido de escala maior e supramunicipal, intervindo, de forma coordenada, em áreas como o turismo, a acessibilidade, a aproximação da comunidade ou os eventos conjuntos», prossegue Álvaro Araújo.

A cerimónia contou ainda com a presença do presidente da Câmara Municipal de Castro Marim, Francisco Amaral (presidente-cessante da Assembleia Geral da Eurocidade), que realizou um balanço da gestão do último biénio, e de Paloma Ogayar, Teniente de Alcalde do Ayuntamiento de Ayamonte, em representação do Alcalde Alberto Fernández.

O ato de transferência da Presidência, realizado sob a forma de Assembleia Extraordinária, foi precedido pela cerimónia de hastear das bandeiras, no edifício dos Paços do Concelho, por ocasião do Dia da Europa.

Após a Assembleia Extraordinária, foi entregue o prémio de Cooperação Transfronteiriça da Eurocidade ao coletivo Poetas do Guadiana.

A rotatividade da Presidência da Eurocidade do Guadiana realiza-se a cada dois anos, de acordo com os estatutos, facto que permite uma governança partilhada com igualdade de funções entre os três municípios que a compõem.

O Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial Eurocidade do Guadiana, que recentemente aprovou o seu orçamento para o ano de 2024, desenvolve, na atualidade, vários projetos com financiamento comunitário e encontra-se em processo de redação de novas iniciativas, prosseguindo na cooperação territorial e na gestão conjunta de serviços.