Turista alemã, com dores nas costas, resgatada de barco em visita a gruta junto ao Farol da Alfanzina, no concelho de Lagoa, por tripulantes da embarcação da Estação Salva-Vidas de Ferragudo

Sentiu dificuldades durante a viagem na embarcação marítimo-turística, “ao ser, “alegadamente, surpreendida por uma onda”, de acordo com a Autoridade Marítima Nacional.

José Manuel Oliveira

Uma mulher, de 65 anos e nacionalidade alemã, com dores nas costas, foi resgatada, ao início da tarde desta quarta-feira, dia 08 de Maio, por tripulantes da Estação Salva-Vidas de Ferragudo do Instituto de Socorro a Náufragos, quando se encontrava numa embarcação marítima-turística em visita a uma das grutas junto ao Farol da Alfanzina, no concelho de Lagoa.

A situação ocorreu após a vítima ter sentido dificuldades durante a viagem na embarcação em que seguia, ao ser, alegadamente, surpreendida por uma onda.

Foi transportada até à Marina de Portimão, onde aguardavam elementos do INEM – Instituto Nacional de Emergência Médica, que a assistiram e a levaram para uma unidade hospitalar

“Na sequência de um alerta recebido pelas 12h15, a informar que uma tripulante se encontrava em dificuldades a bordo de uma embarcação marítimo-turística, deslocaram-se de imediato para o local os tripulantes da Estação Salva-vidas de Ferragudo e elementos do Comando-local da Polícia Marítima de Portimão. Foram, ainda, ativados elementos do INEM. À chegada junto da embarcação, os tripulantes da Estação Salva-vidas constataram que a vítima, uma mulher de 65 anos e nacionalidade alemã, apresentava dores nas costas, tendo sido transportada até à Marina de Portimão, onde aguardavam os elementos do INEM, que prontamente a assistiram e transportaram para uma unidade hospitalar”, refere o Gabinete de Imagem e Relações Publicas da Autoridade Marítima Nacional, em comunicado divulgado pelas 17.00 horas desta quarta-feira.

Mais Artigos