Trineto de João de Deus visita Casa Museu no 26º aniversário de abertura ao público

A comemoração dos 26 anos de existência da Casa Museu João de Deus, em São Bartolomeu de Messines, que ocorreu no passado dia 25 de outubro, contou com a especial visita do trineto do Poeta-Educador, João de Deus Battaglia Ramos (4.º visconde de São Bartolomeu de Messines) e de Ana de Sacadura Bote de Mello Bramão Ramos.

Na visita houve oportunidade de dar a conhecer o espaço museológico dedicado à vida do autor da “cartilha maternal “assim como de apresentar um pouco do trabalho desenvolvido pelo Município Silves, no sentido de manter de viva a memória do maior pedagogo português.

A acompanhar o momento, estiveram presentes a Chefe de Gabinete de Apoio à Presidência do Município de Silves, Telma Caroço, a Adjunta do Gabinete de Apoio, Gabriela Brígida, a Presidente da Junta de Freguesia de São Bartolomeu de Messines, Carla Benedito, e a equipa de trabalho da Casa Museu João de Deus, nomeadamente a técnica Hélia Coelho.

Relembramos que a Casa Museu João de Deus reabriu as suas portas ao público, no dia 25 de outubro de 1997, encontra-se instalada num edifício oitocentista, junto à igreja matriz de São Bartolomeu de Messines. Aqui morou o poeta e pedagogo João de Deus, durante a sua infância e juventude, entre 1841 e 1849, mantendo a sua residência até 1868.

De todo o acervo deste equipamento cultural, a Casa constitui o mais importante e significativo legado da família do poeta e pedagogo.   

Neste espaço, o seu pai, Pedro José Ramos, manteve uma pequena loja, um típico comércio dos meados do século XIX, em que os messinenses compravam tecidos, solas, couros, vinho, entre outros artigos. João de Deus aí conviveu com os fregueses, ouvindo os seus relatos e histórias pitorescas que estimularam o seu humor, imaginação e riquíssimo vocabulário popular tão presentes em toda a sua obra escrita.

Inaugurada em 1997, a Casa Museu João de Deus está disponível para visita ao público e tem entrada gratuita.

Uma exposição permanente reconstitui cenograficamente uma casa do interior algarvio, na qual a sala de estar, o quarto e a cozinha estão em íntima convivência com poemas, móveis de época, fotografias, obras de arte, primeiras edições da ‘Cartilha Maternal’ e do ‘Campo de Flores’. Possui também uma valiosa coleção de documentos e edições únicas sobre a vida e obra deste ilustre messinense.

Convidamo-lo a visitar a Casa Museu João de Deus e a conhecer melhor esta figura ímpar da história de Portugal!