Serviço de apoio aos cidadãos estrangeiros residentes em São Brás de Alportel conta agora com dois provedores

Serviço de apoio aos cidadãos estrangeiros residentes em São Brás de Alportel conta agora com dois provedores que têm como missão promover a sua integração na comunidade

O presidente da Câmara Municipal de São Brás de Alportel, Vitor Guerreiro, deu posse, esta terça-feira, dia 7 de março, ao novo Provedor do Residente Estrangeiro do Município, Robin Wilson, que vem reforçar o serviço de apoio aos cidadãos estrangeiros residentes no concelho.

Recorde-se que o Município criou a figura do Provedor do Residente Estrangeiro em 2014, contando, desde essa data, com a colaboração voluntária de Alejandro Barcia, um cujo contributo tem sido notável no apoio à integração da comunidade estrangeira, com enorme envolvimento nos projetos solidários da comunidade.

Nove anos depois, vem juntar-se a esta missão Robin Wilson, que aceitou esta missão voluntária que já foi reconhecida como boa prática, a nível nacional, pelo Alto Comissariado para as Migrações.

Ambos os provedores integram de forma voluntária o Serviço de Apoio e Atendimento ao Residente Estrangeiro, dando apoio ao número crescente de cidadãos estrangeiros residentes no concelho, ajudando assim a criar pontes e uma maior proximidade com o Município e com a comunidade são-brasense em diferentes áreas.

Apoiar na obtenção de informação e na tradução de conteúdos; acompanhar os residentes estrangeiros junto dos serviços municipais e nas suas diligências; mediar e encaminhar, e em suma promover o diálogo intercultural e a integração numa comunidade onde as mais diversas culturas estão presentes em respeito e complementaridade são objetivos deste serviço.

Alejandro Barcia é natural da Galiza, viveu durante muitos anos nos Estados Unidos da América e, ao descobrir São Brás de Alportel, tornou-o a sua casa onde tem vindo a ter uma atividade intensa na área da solidariedade e do voluntariado.

Robin Wilson é escocês, mas passou a sua juventude em Lisboa. Com um percurso profissional ligado ao golfe, voltou ao Algarve como diretor de campo de golfe.

A viver em São Brás de Alportel desde 2022, tem vindo a integrar-se na comunidade, a colaborar nas atividades do Museu do Traje e está empenhado a ser elemento facilitador da integração dos residentes estrangeiros que acredita que têm um contributo importante a dar à comunidade são-brasense.

A missão de ambos os provedores constitui um relevante exemplo de altruísmo e elevado sentido cívico reconhecido pelo Município e pela comunidade são-brasense.