Quem são e o que fazem os cabeças-de-lista dos 17 partidos e coligações políticas, candidatos por Portugal às eleições para o Parlamento Europeu, no dia 09 de Junho de 2024

Num universo de 705 deputados dos países da União Europeia, Portugal tem direito a 21 eleitos durante cinco anos. Nas listas definitivamente admitidas no Tribunal Constitucional, em Lisboa, figuram 480 candidatos portugueses, entre 21 efectivos por cada partido e coligação, e um número indeterminado de suplentes. São estes os cabeças-de-lista candidatos à Europa:

José Manuel Oliveira

LIVRE      (L)        

Francisco Ferreira da Silva Paupério

Nasceu em Leça da Palmeira (Matosinhos), a 24 de Abril de 1995, tem 29 anos de idade e é investigador e político. Licenciado em Biologia pela Faculdade de Ciências da Universidade do Porto, é também mestre em Bioinformática.

BLOCO DE ESQUERDA       (BE)

Catarina Soares Martins

Tem 50 anos de idade e nasceu no Porto, a 07 de Setembro de 1973. Casada e com duas filhas, apresenta-se como actriz, é licenciada em Línguas e Literaturas Modernas, mestre em Linguísticas e doutorada em Didáctica das Línguas. Foi deputada pela primeira vez na Assembleia da República, como independente, eleita nas listas do Bloco de Esquerda. Já como líder deste partido, Catarina Martins esteve no cargo entre 2012 e 2023, inicialmente numa liderança conjunta com João Semedo. Em 2015, assinou com o PS e com o PCP, o célebre acordo de incidência parlamentar conhecido por ‘geringonça’, que permitiu ao então secretário-geral socialista António Costa chegar a primeiro-ministro, derrotando a Aliança Democrática, constituída pelo PSD, de Pedro Passos Coelho, e CDS-PP, de Paulo Portas, que pouco antes tinha vencido as eleições legislativas sem maioria absoluta.

MOVIMENTO ALTERNATIVA SOCIALISTA     (MAS)

Gil de Oliveira Garcia

Com 51 anos de idade, é professor de filosofia no ensino secundário. Foi activista estudantil durante o período da ditadura em Portugal, em 1992, tendo sido fundador do movimento ‘Ruptura’, o qual acabou por integrar a fundação do Bloco de Esquerda, em 1990. Já em 2012, fundou o Movimento Alternativa Socialista, pelo qual foi candidato às eleições europeias, em 2014, e à presidência da Câmara Municipal da Amadora, no ano de 2021.

INICIATIVA LIBERAL      (IL)

João Fernando Cotrim Figueiredo

Gestor e empresário, tem 62 anos de idade e é formado em Economia na universidade ‘London School of Economics’. Já desempenhou, entre outros, o cargo de director-geral da TVI e de Presidente do Turismo de Portugal. Em Dezembro de 2019, assumiu a liderança do partido Iniciativa Liberal, tendo deixado o cargo no mês de Dezembro de 2023.

PESSOAS – ANIMAIS – NATUREZA     PAN

Pedro Filipe Fidalgo Marques

Natural de Oeiras, nasceu no dia 12 de Setembro de 1984 e tem 39 anos de idade. Licenciado em Dança e Pós-Graduado em Ciência Política, está a frequentar o doutoramento em Dança na Faculdade de Motricidade Humana da Universidade de Lisboa. A nível profissional, apresenta-se como empreendedor social e cultural. No ano de 2013, fundou o Movimento Mudança Sustentável, tendo sido candidato independente à União de Freguesias de Oeiras e São Julião da Barra, Paço de Arcos e Caxias. Em 2017, foi eleito para a Assembleia da União das Freguesias de Oeiras e São Julião da Barra, Paço de Arcos e Caxias. De 2013 a 2018, exerceu funções de Vogal, Vice-Presidente e Tesoureiro da Direção Nacional da Liga para a Proteção da Natureza.

PARTIDO DA TERRA    (MPT) 

Manuel Oliveira Carreira

Nasceu em Arribal, no concelho de Leiria, tem 65 anos e é psicólogo clínico forense. Exerce a sua actividade profissional de psicoterapeuta e psicólogo forense no Hospital de Leiria e no sector privado. Como graus académicos, destacam-se, no seu currículo, Bacharel em Filosofia e Humanidades e Licenciatura em Psicologia. Foi professor durante 25 anos em todos os graus do ensino, incluindo o superior. É casado e tem três filhos.

REAGIR – INCLUIR – RECICLAR    (R.I.R)

Márcia João Braz de Timóteo Henriques

Natural de Peniche, tem 45 anos de idade, é advogada em Lisboa, Odivelas e Peniche, além de desempenhar o caro de presidente do partido desde 2022. Licenciada em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade Clássica de Lisboa, considera-se “centrista, humanista, pacifista, ambientalista e europeísta.” Foi candidata às eleições legislativas pelo Círculo Eleitoral de Leiria, em 2019, como cabeça-de-lista.

ALTERNATIVA DEMOCRÁTICA NACIONAL   (ADN)

Joana Beatriz Nunes Vicente Amaral Dias

Nasceu no dia 01 de Janeiro de 1975, em Luanda (Angola) e tem 45 anos. Filha do conhecido psicanalista Carlos Amaral Dias, já falecido, é psicóloga clínica e professora convidada em diversas universidades portuguesas e estrangeiras. Em 2006, apoiou a candidatura de Mário Soares à Presidência da República, como mandatária da Juventude. Foi deputada na Assembleia da República, em Lisboa, de 2002 a 2005, pelo Bloco de Esquerda, como independente. Já foi candidata à presidência da Câmara Municipal de Lisboa, pelo partido ‘Nós, Cidadãos’, em 2017. É uma conhecida activista política de autora de oito livros e de numerosos artigos científicos e vários ‘podcast’s’.

CHEGA    (CH)

António Manuel Moreira Tânger Corrêa

Diplomata e vice-presidente da Direcção Nacional do Chega, desde 20 de Setembro de 2022, é natural de Lisboa e tem 72 anos de idade (nasceu no dia 24 de Abril de 1952). Adido cultural na embaixada de Portugal no Brasil, segundo dados que constam da enciclopédia livre ‘Wikipédia’, construiu a carreira diplomática ao longo de quatro décadas, tendo sido cônsul-geral de Portugal em Goa (Índia) e no Rio de Janeiro, no Brasil, embaixador de Portugal na Bósnia, Sérvia, em Israel, no Egipto, Qatar e na Lituânia. Foi, também, primeiro secretário da embaixada portuguesa em Pequim, na China.

Antes, no ano de 1974, após a revolução do 25 de Abril, António Tânger Corrêa exerceu o cargo de secretário-geral da Juventude Centrista (CDS) e, em 1980, foi Adjunto do Ministro dos Negócios Estrangeiros, Diogo Freitas do Amaral, no governo da Aliança Democrática (AD), liderado por Francisco Sá Carneiro.

António Tânger Corrêa representou Portugal nos Jogos Olímpicos de Verão, em 1992, na cidade de Barcelona, em Espanha, como timoneiro num veleiro ‘

AD – ALIANÇA DEMOCRÁTICA (PPD/PSD, CDS-PP, PPM)

Sebastião Maria Reis Bugalho

Jornalista e comentador televisivo de assuntos políticos e sociais portugueses, nasceu em Lisboa a 15 de Novembro de 1995 e tem 28 anos de idade. Filiado no PSD, é licenciado em Ciência Política e Relações Internacionais pelo Instituto de Estudos Políticos da Universidade Católica, em Lisboa. Em 2019, foi escolhido pela então presidente do CDS-PP, Assunção Cristas, para integrar, em sexto lugar, a lista deste partido à Assembleia da República, pelo Círculo Eleitoral de Lisboa, não tendo sido eleito. Mais tarde, em Setembro de 2021, teve a oportunidade de substituir a deputada Ana Rita Bessa, mas não aceitou o cargo no parlamento.

VOLT PORTUGAL (VP)

Duarte F

Nasceu em Lisboa no dia 22 de Junho de 1988, tem 35 anos e é advogado. Aderiu ao ‘Volt Portugal’, em 2021, e encabeçou a lista de candidatos a deputados à Assembleia da República, pelo Círculo da Europa, nas eleições legislativas, em 2022, mas não foi eleito. Apresenta-se como especialista em alterações climáticas, tendo formação nessa área e em política.

ERGUE-TE (E)

Rui Pedro Fonseca Nogueira da Fonseca e Castro

Natural de Luanda (Angola), nasceu no dia 23 de Abril de 1974 e tem 50 anos. Ex-juiz de Direito português, foi presidente da Associação de Extrema-Direita ‘Habeas Corpus’, que se autodenomina ‘associação de defesa dos direitos humanos. É advogado e autor de livros sobre processo penal, medidas de coação e garantia patrimonial.

PARTIDO SOCIALISTA (PS)

Maria Alexandra Fartura Braga Temido de Almeida Simões

Natural de Coimbra, tem 50 anos de idade. 02 de Março de 1974 é a data do seu nascimento. É deputada na Assembleia da República pelo Círculo Eleitoral de Lisboa. No currículo de Marta Temido, destaca-se o facto de ser Doutorada em Saúde Internacional, pelo Instituto de Higiene e Medicina Tropical da Universidade Nova de Lisboa, detendo um Mestrado em Gestão e Economia da Saúde, pela Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, e Licenciatura em Direito, pela Faculdade de Direito também da Universidade de Coimbra.

Especializada em Administração Hospitalar pela Escola Nacional de Saúde Pública da Universidade Nova de Lisboa, como refere a sua biografia, exerceu os cargos de sub-diretora do Instituto de Higiene e Medicina Tropical daquela instituição e de Presidente não executiva do Conselho de Administração do Hospital da Cruz Vermelha Portuguesa antes de assumir funções no XXI Governo. Entre 2016 e 2017, foi presidente do Conselho Diretivo da Administração Central do Sistema de Saúde.

Por outro lado, ocupou cargos de administração e gestão em diversos hospitais do Serviço Nacional de Saúde, assim como em outras entidades do setor, nomeadamente na Associação Portuguesa de Administradores Hospitalares, a cuja direção presidiu entre os anos de 2013 e 2015.

Tornou-se mais mediática como ministra da Saúde, desde 15 de Outubro de 2018 até 30 de Agosto de 2022, altura em que pediu a demissão, tendo sido substituída por Manuel Pizarro, então eurodeputado. Marta Temido assumiu papel preponderante durante o período da pandemia da Covid-19, nos anos de 2020 a 2022.

CDU – COLIGAÇÃO DEMOCRÁTICA UNITÁRIA (PCP-PEV)

João Guilherme Ramos Rosa de Oliveira

Advogado, nasceu no dia 09 de Julho de 1979 em Évora. Tem 44 anos de idade. Foi eleito pela primeira vez membro da Assembleia de Freguesia da Horta das Figueiras, em Évora, pela Coligação Democrática Unitária (CDU), indicado pelo Partido Comunista Português. Exerceu funções de deputado da CDU, pelo Círculo Eleitoral de Évora, entre 2007 e 2022, na Assembleia da República, onde liderou o Grupo Parlamentar dos comunistas. Também foi tenor do Grupo Coral do parlamento. É membro da Comissão Política do Comité Central do PCP.

NOVA DIREITA (ND)

Ossanda Liber João Filipa Cruz dos Santos

Nasceu em Luanda, capital de Angola, a 15 de Setembro de 1977. Tem 46 anos e é empresária. Antes, estudou Direito e mudou-se para Paris, em França, onde estabeleceu família. Com dificuldades para prosseguir os seus estudos universitários em razão

da língua estrangeira, mudou-se com o marido e a sua filha mais velha para Portugal, residindo, primeiro, em Coimbra e, finalmente, em 2004, em Lisboa, de acordo com o seu currículo.

Ao interromper o curso de Direito, Ossanda Liber dedicou-se, durante cerca de três anos, à produção e escrita audiovisual para cinema, na Restart – Instituto de Criatividade, Artes e Novas Tecnologias, em Lisboa. Foi Diretora do Festival de Cinema ‘Hola Lisboa’. Contudo, em virtude da instabilidade financeira deste setor, começou a trabalhar na área de negócios, tendo investido em empresas angolanas e portuguesas.

Foi candidata à presidência da Câmara Municipal de Lisboa, nas eleições autárquicas, em 2021, pelo movimento cívico ‘Somos Todos Lisboa’. Também foi vice-presidente do partido Aliança, tendo sido candidata pelo Círculo da Europa, nas eleições legislativas, em 2022, mas acabou por se desfilar em Fevereiro desse ano. E no dia 04 de Abril de 2022, fundou o partido Nova Direita.

Filha de um médico cardiologista e de uma psicóloga, é casada com um vinicultor de Viseu e tem três filhas e um filho.

PARTIDO TRABALHISTA PORTUGUÊS (PTP)

José Manuel da Mata Vieira Coelho

Pintor da construção civil, tem o 12º. ano de escolaridade e nasceu em Gaula, sede de freguesia do município de Santa Cruz, na Região Autónoma da Madeira, no dia 22 de Julho de 1952. Tem 71 anos de idade. Foi membro do PCP, autarca municipal por este partido e pela União Democrática Popular, e deputado à Assembleia Regional da Madeira pelo partido Nova Democracia. E chegou a ser candidato à Presidência da República, em 2011.

NÓS, CIDADÃOS ! (NC)

Pedro António Lopes Ladeira

Tem 63 anos e é gestor. Frequentou Direito na Faculdade de Direito de Lisboa e tem o curso de gestão de empresas. Já colaborou com a Juventude Social-Democrata. Encabeçou a lista do partido ‘Nós, Cidadãos!’, pelo Círculo Eleitoral de Leiria, nas eleições legislativas em 2019.