Portimão Arena volta a receber a elite mundial da ginástica rítmica

5, 6 e 7 de maio

Depois da 30ª edição do Torneio Internacional de Ginástica Rítmica de Portimão, realizada entre 30 de abril e 2 de maio, a cidade volta a ser a capital da modalidade de 3 a 5 de maio, com o regresso da Taça do Mundo de Ginástica Rítmica – Jogos Santa Casa, na qual participarão 132 ginastas, a título individual ou em conjuntos, representando 32 países.

Aquando da apresentação da prova à comunicação social, a presidente da Câmara Municipal de Portimão, Isilda Gomes, disse que “nesta 10ª edição teremos um elevado número de atletas da elite mundial, o que nos deixa orgulhosos, porque isso só é possível pelo percurso percorrido até aqui em prol da modalidade.”

“Como resultado da aposta municipal na modalidade, já com cerca de três décadas, Portimão tem atualmente três associações a praticar ginástica rítmica com um vigor fantástico, num total de 200 atletas em todos os escalões”, sublinhou a autarca, ao considerar que a prova “constitui uma importante mais-valia, quer para Portimão quer para a região algarvia, já que muitas das ginastas levarão daqui as melhores recordações, divulgando o nosso destino turístico.”

Na sua opinião, “num município eminentemente turístico, é fundamental a dinamização dos eventos desportivos de alto nível, que trazem um inquestionável retorno para a economia local.”

“Desejo que seja um concurso justo e que no final entreguemos as medalhas de ouro às melhores atletas, na certeza de que todas nos brindarão com momentos de rara beleza, conjugando destreza, coordenação de movimentos e sintonia, sobretudo nas classes de conjunto, afirmou Isilda Gomes, ao convidar “toda a gente a vir ao Portimão Arena, para vibrar com a nata da ginástica rítmica mundial.”

Para o presidente da Federação de Ginástica de Portugal (FGP), Luís Arrais, a Taça do Mundo “resulta de um casamento muito profícuo entre a nossa equipa e a da autarquia, o que leva Portimão a ser referência na rítmica, tanto a nível nacional como internacional, e toda a gente quer cá competir.”

“Um dos aspetos fortes da prova é que o Portimão Arena fica no meio da cidade, o que possibilita deslocação rápidas das atletas, por exemplo, ao centro histórico ou à praia. Além disso, a partir de agora transmitiremos a competição para todo o mundo através da Ginástica TV, o que nos dará uma projeção muito maior”, realçou Luís Arrais.

As melhores ginastas no melhor evento

Catarina Leandro, vice-presidente da FPG, salientou “o excelente nível técnico e as pérolas da atualidade” que competirão no Portimão Arena, com destaque para a presença de 13 conjuntos, entre os quais a Itália (3.ª classificada nos Jogos Olímpicos de 2020, realizados no ano seguinte), o Brasil (1.º classificado nos Pan-americanos 2022), a Espanha (3.ª classificada no Campeonato do Mundo 2022), o Azerbaijão (3.º classificado com o exercício de Fita e Bolas no Campeonato do Mundo 2022) e o Japão (seleção medalhada no Campeonato do Mundo 2019), sem esquecer a formação lusa, composta por Catarina Dias, Clara Paiva, Beatriz Freitas, Clara Melo, Felicia Oprea e Bruna Simões.

A título individual, a responsável realça as participações de Alexandra Agiurgiuculese (medalhada nas finais do Campeonato do Mundo em 2018, participante no Jogos Olímpicos 2020 e 6.ª no Campeonato da Europa em 2019), Zohra Aghamirova (ginasta olímpica), Darja Varfalomev (vice-campeã mundial em 2022 e vencedora da edição de 2022 da Taça do Mundo de Portimão), Margarita Kolosov (finalista all-around do Campeonato do Mundo e do Campeonato da Europa 2021 e 2022), Karla Diaz e Marina Malpica (participantes assíduas da Taça do Mundo de Portimão), assim como Evita Griskenas (medalhada nos Pan-americanos e participante nos Jogos Olímpicos 2020).

Segundo a responsável federativa, “a atestar este facto, devo referir que cada ginasta estrangeira envolve uma média de cinco acompanhantes, entre técnicos, pessoal médico e familiares, sendo que a comunidade nacional convergirá em massa para Portimão durante este fim de semana, o que é muito significativo se tivermos em linha de conta que no presente há 30 clubes com ginástica rítmica.”

“Numa frase, este é seguramente o melhor evento, escolhido pelas melhores ginastas”, sintetizou Catarina Leandro.

Sempre com entrada gratuita, a competição começa pelas 10h30 desta sexta-feira, dia 5 de maio, com exercícios de arco e bola. Pelas 18h20 terá lugar a cerimónia de abertura, seguindo-se às 18h50 as competições de cinco arcos, nos conjuntos.

Já no sábado, 6 de maio, a competição de maças e fita começa às 10h30 e às 18h35 arrancará a competição de três fitas e duas bolas, nos conjuntos, enquanto no domingo, 7 de maio, as finais estão marcadas para as 15h00, com transmissão em direto na RTP2.

Mais Artigos