Polícia Marítima termina com ajuntamento ilegal na ilha da Culatra

O Comando-local da Polícia Marítima de Olhão terminou durante a madrugada de hoje, cerca das 03h30, com ajuntamento de 10 pessoas numa residência na ilha da Culatra, que se encontravam em ambiente festivo e a consumir bebidas alcoólicas.

O alerta foi recebido no piquete do Comando-local da Polícia Marítima de Olhão, através de um residente na ilha que denunciou o excesso de ruído.

À chegada da Polícia Marítima algumas pessoas fugiram, tendo a Polícia Marítima conseguido intercetar cinco pessoas, com idades compreendidas entre os 15 e os 22 anos.

Foram levantados três autos de notícia por se encontrarem em ajuntamento não permitido, de acordo com as regras em vigor, tendo os dois menores de 16 anos sido identificados e o expediente comunicado à Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ).

Estiveram envolvidos nesta operação dois elementos do Comando-local da Polícia Marítima de Olhão e um elemento da Patronia, apoiados por uma embarcação.

Mais Artigos