Pescador lúdico, residente em Albufeira, morre após cair de falésia com oito metros de altura na zona da Carrapateira, no concelho de Aljezur

Tripulantes da embarcação da Estação Salva-Vidas de Sagres,  do Instituto de Socorros  a Náufragos,  recolheram  o corpo  da  água, levando-o  para o porto da Baleeira, onde o Delegado de Saúde declarou o óbito.

 

José Manuel Oliveira

Um homem, de 64 anos de idade, residente em Albufeira, segundo apurou o ‘Litoralgarve’, morreu, ao início da tarde desta quinta-feira, dia 28 de Dezembro de 2023, na zona da Carrapateira, situada no concelho de Aljezur, após ter caído de uma falésia com cerca de oito metros de altura, enquanto praticava a atividade de pesca apeada, também conhecida por lúdica, de resto muito comum neste local da costa vicentina devido à procura, nomeadamente de sargos.

Surfista, que se encontrava na zona, avistou o pescador e impediu que o corpo se afastasse da costa, alertando as autoridades  

De acordo com um comunicado do Gabinete de Imagem e Relações Públicas da Autoridade Marítima Nacional, “na sequência de um alerta recebido pelas 14h09, através do Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Lisboa, foram ativados de imediato para o local elementos do Comando-local da Polícia Marítima de Lagos e tripulantes da Estação Salva-Vidas de Sagres, bem como elementos dos Bombeiros Voluntários de Aljezur e dos Bombeiros Voluntários de Vila do Bispo. À chegada ao local constatou-se que a vítima, um homem de 64 anos, teria caído à água enquanto praticava a atividade de pesca apeada, tendo sido avistado por um surfista que se encontrava naquela zona e que impediu que o corpo da vítima se afastasse da costa.”

Bombeiros Voluntários de Vila do Bispo levaram o cadáver para Portimão, onde será autopsiado no Gabinete do Instituto Nacional de Medica  Legal  e Ciências  Forenses 

O pescador acabou por ser retirado da água pelos tripulantes da embarcação da Estação Salva-Vidas de Sagres, do Instituto de Socorros a Náufragos, e transportado para o porto da Baleeira, situado nesta localidade do concelho de Vila do Bispo, onde foi declarado o óbito pelo Delegado de Saúde. Posteriormente, o cadáver seguiu numa ambulância dos Bombeiros Voluntários de Vila do Bispo, para o Gabinete do Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses de Portimão, instalado junto ao Hospital do Barlavento, nesta cidade, onde será efectuada a autópsia para determinar as causas da morte.

Apoio psicológico aos familiares

Por sua vez, o Gabinete de Psicologia da Polícia Marítima foi ativado e encontra-se a prestar apoio aos familiares do pescador lúdico falecido. O Comando-local da Polícia Marítima de Lagos tomou conta da ocorrência, acrescenta o comunicado.