Município de Lagos atribui quase meio milhão de euros em bolsas de estudo

A Câmara de Lagos aprovou a lista final dos 151 alunos que irão receber no presente ano letivo bolsa de estudo municipal. Ao concurso apresentaram-se 161 candidatos, a maioria dos quais preencheu os requisitos para beneficiar desta ajuda financeira.

As 151 bolsas a atribuir no presente ano letivo representam um encargo de 432 mil euros. Uma soma encarada pelo município como um investimento na capacitação das gerações mais jovens de lacobrigenses, uma vez que a formação continua a ser um elevador social com impacto na empregabilidade e futuro nível de vencimento destes cidadãos.

Garantir a igualdade de oportunidades para os jovens que pretendem investir na sua formação académica, mas, em virtude de estarem deslocados e da situação económica dos seus agregados familiares, enfrentam maiores dificuldades em fazer face às despesas inerentes, é o grande objetivo deste apoio municipal. A atribuição de bolsas de estudo municipais é, também, vista como uma forma de estimular a frequência de cursos superiores e profissionais, melhorando o tecido económico do concelho e dotando-o de quadros técnicos habilitados.

De acordo com o regulamento, as bolsas de estudo municipais são atribuídas a todos os estudantes que estejam inseridos num agregado familiar com rendimentos anuais de referência posicionados entre o 1º e o 4º escalão do abono de família. O valor da bolsa corresponde a 60% do valor do Indexante de Apoios Sociais (IAS)[1], para os estudantes do 1º ao 3º escalão do abono de família, e de 30% do valor do IAS, para os estudantes do 4º escalão do abono de família. No caso dos estudantes deslocados (que frequentem estabelecimentos de ensino localizados a mais de 50 Km) é adicionada uma majoração de 25€. A concessão da bolsa tem a duração máxima de 10 meses.


[1] Que estava em vigor à data de abertura do concurso (480,43 euros)

Mais Artigos