Município de Albufeira vai celebrar o Dia Internacional da Cidade Educadora

É já na próxima quarta-feira, dia 30 de novembro que o Município de Albufeira vai celebrar o Dia Internacional da Cidade Educadora. Para o efeito, será inaugurada a exposição de um mural realizado pelos alunos do concelho, a ficar patente até dia 9 de dezembro no átrio de entrada dos Paços do Concelho, a representação de uma dança alusiva ao tema pela Associação SOUL e a libertação de pombas brancas pela Sociedade Columbófila de Albufeira. De salientar ainda que, na praia Maria Luísa, o artista Vítor Raposo irá apresentar “A Arte que o mar apaga”, uma obra na areia alusiva ao dia.

O Município de Albufeira comemora amanhã, dia 30 de novembro, o “Dia Internacional da Cidade Educadora”, com diversas ações.

Desta comemoração consta no programa a exposição de um mural realizado pelos alunos de uma escola do concelho, a ficar patente até dia 9 de dezembro, no átrio do edifício dos Paços do Concelho.

Neste dia, às 17h00, haverá ainda no edifício dos Paços do Concelho, a representação de uma dança alusiva ao tema pela Associação SOUL e a libertação de pombas brancas pela Sociedade Columbófila de Albufeira, caso as condições climatéricas o permitam.

A salientar que, na praia da Maria Luísa, o artista Vítor Raposo fará uma obra efémera na areia, alusiva ao dia, intitulada de “A Arte que o mar apaga”.

De referir que, o Município de Albufeira é membro da Rede Territorial Portuguesa das Cidades Educadoras desde 2007. José Carlos Rolo, presidente da Câmara Municipal, afirma que tem apostado cada vez mais no desenvolvimento do conceito “Cidade Educadora” e considera que “o desenvolvimento e aposta de Albufeira enquanto Cidade Educadora é uma ação que tem vindo a ser uma prioridade nossa e a prova disso é o desenvolvimento da rede pública de apoio à educação formal no concelho, a qual integra escolas, jardins-de-infância, bibliotecas, espaços de A.T.L., escola de trânsito, componentes e gabinetes de apoio à família e à juventude”. O edil enfatiza igualmente que, “Albufeira tem trabalho também no associativismo desportivo e cultural, encontrando-se nestes meios um grande potencial de educação não formal”.

PUBLICIDADE