Município de Albufeira agraciou na passada quarta-feira, o atleta Alexandre Dionísio, campeão mundial de Pesca Embarcada

O Município de Albufeira agraciou na passada quarta-feira, o atleta Alexandre Dionísio, campeão mundial de Pesca Embarcada. Numa cerimónia simbólica, para além da oferta de uma placa com a Torre do Relógio e de um galhardete, um diploma emoldurado passou a fazer parte do espólio de troféus, que é já vasto, deste atleta albufeirense que se fez ao mar quando apenas tinha 10 anos de idade. “É uma honra enorme para todos nós termos em Albufeira um campeão mundial”, referiu, satisfeito, o presidente da Câmara, José Carlos Rolo.

Foi no verão deste ano que Alexandre Dionísio se sagrou campeão mundial de Pesca Embarcada, num campeonato que decorreu em Albufeira ao longo da última semana de setembro, com mais de 200 atletas oriundos de 14 países. Desde os 10 anos de idade que Alexandre Dionísio ia com a família de pescadores para o alto-mar, e logo aos 17 anos de idade conseguiu amealhar dinheiro para a compra do seu primeiro barco. Com ele, passou incontáveis horas longe de terra. Em 1997, passou a integrar competições mundiais de pesca embarcada em alto-mar, somando segundos e terceiros lugares em diversos campeonatos realizados em Itália, Espanha, Montenegro, Irlanda, Inglaterra e Portugal. De resto, como homem do mar, Alexandre Dionísio esteve na origem do Clube de Pesca e Náutica de Albufeira, fundado em 15 de outubro de 1986 e, 12 anos depois (1998), criou neste clube a secção de pesca em alto mar.

“Não é uma modalidade de ‘top’, como o futebol, mas tem milhares de adeptos”, diz este albufeirense, reforçando que “é um desporto que exige experiência, técnica e muita paciência”. O treino passa pela montagem das artes de pesca e pela verificação do comportamento do peixe, o qual determina a dimensão dos fios de pesca e o tipo de isco a usar, sendo que em campeonatos só é permitido o uso de camarão e amêijoa branca. Este treino é geralmente de cinco horas, com três intervalos de 15 minutos para que seja alterada a posição das “artes”, pois uma das exigências dos campeonatos passa pela pesca em quatro lugares diferentes do barco.

Alexandre Dionísio agradeceu à Autarquia este reconhecimento, bem como o apoio cedido aos campeonatos de pesca, dizendo que a ajuda que presta à pesca embarcada “é muito importante, bem como toda a colaboração que oferece às entidades, pois desse modo assegura a prática da modalidade e o prestígio que tal confere a Albufeira, levando mais longe o nome de Albufeira”.

José Carlos Rolo, presidente da Câmara Municipal, já tinha feito referência pública a Alexandre Dionísio, aquando da Gala do Desporto, a 28 de outubro, e desta vez reforçou a sua posição de admiração e satisfação pelos feitos de Alexandre Dionísio. “É uma honra enorme para todos nós termos em Albufeira um campeão mundial”, referiu, adiantando que “a partir de agora, as ofertas institucionais de reconhecimento integram também um diploma emoldurado, onde a gratidão e a honorabilidade ficam expressas”.

“Agradeço ao Sr. Alexandre Dionísio pelo feito alcançado no Campeonato do Mundo de Pesca Embarcada, sagrando-se Campeão Mundial, com votos de sucesso e êxitos futuros”, escreveu José Carlos Rolo, no verso da moldura, visivelmente satisfeito.

PUBLICIDADE