Militares da GNR localizam idoso, em Hortas do Tabual, no concelho de Vila do Bispo, com o apoio de drone e cães, após ter desaparecido a 19 de Março

O octogenário estava consciente, não necessitou de assistência hospitalar e foi, posteriormente, acompanhado até à sua residência.

José Manuel Oliveira

Localizámos um idoso, que estava desaparecido desde o dia 19 de Março, no concelho de Vila do Bispo”, revelou, em comunicado, divulgado na quinta-feira, 21 deste mês, o Comando Territorial de Faro da Guarda Nacional Republicana (GNR).

Segundo aquela força de segurança, “o octogenário foi localizado com o apoio da equipa ‘Unmanned Aircraft System (UAS)’,vulgo drones, e o recurso aos binómios cinotécnicos, tendo sido encontrado consciente”. Não foi necessário tratamento hospitalar e o idoso acabou por ser “posteriormente acompanhado até à sua residência”, acrescentou a GNR, sem adiantar mais pormenores sobre esta ocorrência.

Entretanto, de acordo com informações recolhidas pelo ‘Litoralgarve’, o indivíduo foi localizado na zona de Hortas da Tabual, freguesia da Raposeira, onde se situa a Praia da Ingrina, a sul da Estrada Nacional 125.

Os alertas da GNR a familiares de idosos, quando estes saem sozinhos de casa: desde a informação sobre rotinas à necessidade dos telemóveis sempre ligados

Por outro lado, a Guarda Nacional Republicana lembrou que “o desaparecimento de pessoas é um fenómeno para o qual tem estado particularmente atenta, não só pelo esforço desenvolvido no sentido de permitir a localização dos desaparecidos, mas sobretudo pela prevenção deste tipo de ocorrências, alertando para a problemática.”

Como tal, nesse sentido, a GNR alertou para o seguinte:

“Os familiares devem estar cientes se os idosos ainda estão nas suas plenas capacidades físicas e psíquicas, para poderem sair de casa sozinhos, sem correrem o risco de se perderem;

Os familiares devem procurar conhecer as rotinas dos idosos e ter informação sobre o local para onde estes pretendem ir quando saem de casa, para que, no caso da chegada tardar mais do que o previsto, possam por aí iniciar a sua procura;

Sempre que possível, os idosos devem fazer-se acompanhar de um telemóvel ligado, para que, em caso de necessidade, possam contactar ou serem contactados pelos seus familiares e, em caso de desaparecimento, serem mais facilmente localizados através de localização celular.”

Neste comunicado, o Comando Territorial de Faro da GNR deixou, ainda, mais um apelo: “Os idosos devem ter sempre na sua posse os contactos dos seus familiares, para que, em caso de desorientação, outras pessoas possam entrar em contacto com os mesmos.”

(Em actualização)

Mais Artigos