Mercado de Odiáxere reabre portas reabilitado

A Câmara Municipal de Lagos e a Junta de Freguesia de Odiáxere inauguraram ontem as obras de reabilitação do Mercado Municipal daquela freguesia. A intervenção, realizada no âmbito do projeto Rede Regional de Mercados Locais, é a última de um programa que tem vindo a transformar e modernizar os mercados do concelho de Lagos.

Foi na presença de muitos odiaxerenses e entidades convidadas que a inauguração da requalificação do Mercado de Odiáxere se realizou, animada pela atuação da Academia de Ballet Dança & Arte Sofia Rodrigues. O momento não era para menos, pois esta intervenção era, há muito, desejada e reclamada pelos residentes locais.

Na breve comunicação proferida no local, o presidente da câmara recordou a exigência dos trabalhos executados, uma vez que o edifício se encontrava num estado que obrigou a uma intervenção mais estrutural e demorada, acabando por dar origem a um mercado totalmente renovado, que orgulha o município, a freguesia e todas as entidades envolvidas. O resultado final é um edifício igualmente qualificador da própria envolvente urbana desta vila que está a comemorar o seu 21.º aniversário. Hugo Pereira agradeceu, por isso, toda a colaboração prestada pela Junta de Freguesia e pela Associação Vicentina (parceiros no projeto “Rede Regional de Mercados Locais – Requalificação, Gestão e Dinamização”), assim como ao Arq. Vitor Vilhena (autor do projeto), à construtora Joaquim Sequeira Vieira – Urbanizações e Construções, Lda. (que executou a empreitada) e aos serviços técnicos municipais que acompanharam os trabalhos desde o projeto até à conclusão da obra, passando pelo financiamento.

Concretizado este investimento, o autarca recordou outras intervenções igualmente estruturantes para o desenvolvimento da freguesia, nas quais o município se tem empenhado, de que são exemplo as rotundas a criar na EN125. Um processo que continua bloqueado e pendente da obtenção do parecer favorável por parte da Infraestruturas de Portugal aos projetos elaborados pela autarquia, com todo o prejuízo para as condições de acessibilidade, quer para quem atravessa o núcleo urbano de Odiáxere, quer para quem aí reside ou trabalha.

Informação complementar:

  • O Mercado de Odiáxere, assim como os mercados de Barão de São João (igualmente reabilitado), Bensafrim, Espiche e Almádena, integram a “Rede Regional de Mercados Locais”. A iniciativa é coordenada pela Associação Vicentina e resulta da parceria estabelecida com os municípios e as freguesias de vários concelhos, sendo cofinanciada por verbas do PADRE, no âmbito do CRESC Algarve 2020. Uma marca única, atividades de animação e respetiva divulgação, são algumas das vertentes deste programa que visa dinamizar os mercados, valorizar a produção e a gastronomia local, estimulando, igualmente, as práticas tradicionais. A vertente da reabilitação dos imóveis, necessária para tornar os mercados mais funcionais e atrativos, está a cargo do município.

A requalificação do Mercado de Odiáxere traduziu-se num investimento total de 558 mil euros (558.565,24€), o qual foi cofinanciado pelo FEDER no âmbito do programa CRESC Algarve 2020.

  • Odiáxere é uma das freguesias do concelho de Lagos, com 31,85 km² de área e 3045 habitantes (Censos 2021). Encontra-se limitada a norte pela Barragem da Bravura, a oeste, pela freguesia de Bensafrim e São Gonçalo de Lagos, a este, pela freguesia de Mexilhoeira Grande (Portimão) e a sul, pela ria de Alvor (Meia Praia). A povoação de Odiáxere foi elevada à categoria de vila em 1 de julho de 2003.