Loulé – Pulseira eletrónica por violência doméstica

O Comando Territorial de Faro, através do  Posto Territorial de Loulé, ontem, dia 27 de outubro, deteve uma mulher de 45 anos por violência doméstica, no concelho de Loulé.

No seguimento de uma investigação por violência doméstica, os militares da Guarda apuraram que a suspeita agredia, ameaçava de morte e injuriava a vítima, a sua mãe de 68 anos. A agressora controlava todos os movimentos da vítima, verificando-se um recente escalar de violência, causando-lhe medo e inquietação. Após diligências policiais foi dado cumprimento a um mandado de detenção.

A detida foi presente ontem, dia 27 de outubro, ao Tribunal de Faro, tendo-lhe sido aplicadas as medidas de coação de proibição de contactar a vítima por qualquer meio, obrigatoriedade de afastar-se da residência e do local de trabalho da mesma, a uma distância mínima de 200 metros, controlada através de pulseira eletrónica.

A violência doméstica é crime público e denunciar é uma responsabilidade coletiva. Se precisar de ajuda ou tiver conhecimento de alguma situação de violência doméstica participe: