Lançamento da Biografia de Vítor Cabrita Neto em Silves

O Município de Silves tem a honra de convidar o público para o lançamento da obra “Vítor Cabrita Neto – Uma não Biografia”, da autoria da historiadora Maria João Raminhos Duarte. O evento irá decorrer no dia 18 de julho às 18h30, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Silves.

A iniciativa integra as Comemorações dos 50 anos do 25 de abril de 1974 – Silves Abril Presente, Liberdade Sempre!, e visa homenagear a vida e o legado de Vítor Cabrita Neto, uma figura central na luta antifascista e na construção da democracia em Portugal. Nesta biografia, será explorada a trajetória de um homem, lutador de causas, cidadão exemplar, intelectual, político e empresário.

Esperamos por si!

+ sobre Vítor Cabrita Neto

Empresário e político.
Vítor José Cabrita Neto nasceu a 18 de julho de 1943.
Passou a infância em S. Bartolomeu de Messines e, em 1953, foi para Faro continuar os estudos liceais. Em 1961 ingressou no Instituto Superior Técnico, em Lisboa, tendo participado nas manifestações estudantis da época. Em resultado da sua participação na crise académica de 1962, foi preso pela PIDE e forçado a abandonar a universidade.
As perseguições da PIDE forçaram-no a abandonar o país, tendo rumado a Itália, onde se matriculou na Universidade de Génova.
Passou onze anos no estrangeiro, que dedicou à luta democrática e permanente denúncia do regime fascista, em colaboração com forças políticas portuguesas ativas na Itália, França, Suíca e Argélia, militando no PCP. Regressou a Portugal após o 25 de Abril de 1974, tendo participado durante vários anos na vida política portuguesa, tendo sido destacado dirigente do PCP e membro do seu Comité Central. Em 1989 assumiu a direção das empresas fundadas pelo pai, Teófilo Fontainhas Neto, ligadas à distribuição alimentar, as quais modernizou e diversificou, expandindo os negócios aos sectores imobiliário, de turismo e restauração.
Em novembro de 1997, foi convidado para Secretário de Estado do Turismo, cargo que ocupou até abril de 2002, nos XIII e XIV Governos Constitucionais de António Guterres. Foi ainda deputado pelo Partido Socialista (PS) na IX Legislatura, pelo círculo eleitoral de Faro. Nessa qualidade, foi membro da Comissão de Economia e Finanças e da Comissão de Execução Orçamental.
Presidente da NERA (Associação Empresarial da Região do Algarve) e da Comissão Organizadora da Bolsa de Turismo de Lisboa, vogal da Confederação Empresarial de Portugal e vice-presidente da Associação Industrial Portuguesa. Cônsul honorário de Itália em Faro.