Lagoa congratula-se com criação do Parque Natural Marinho do Recife do Algarve – Pedra do Valado

O Município de Lagoa congratula-se com a aprovação da Resolução do Conselho de Ministros que criou o Parque Natural Marinho do Recife do Algarve – Pedra do Valado. É mais uma medida decisiva para a prossecução das políticas ambientais da autarquia e para o cumprimento dos Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável da ONU (ODS), nomeadamente o 14º “Proteger a vida marinha”.

 

Trata-se da primeira área marinha protegida a ser criada em Portugal Continental neste século e abrange os municípios de Lagoa, Albufeira e Silves, numa extensão de 156 Km2.

A proposta agora aprovada foi apresentada em 2021 pela Fundação Oceano Azul e pelo Centro de Ciências do Mar da Universidade do Algarve (CCMAR) e resultou de um processo participativo inédito no país, que envolveu cerca de 80 entidades e registou níveis históricos de participação na fase de consulta pública. Contou com o envolvimento ativo dos três municípios e de associações de pescadores locais, empresas marítimo-turísticas, indústria hoteleira e Organizações Não-Governamentais.

 

Para o Município de Lagoa, a proteção da sua área marinha significa um apoio inestimável às medidas locais de preservação dos habitats e do património mais rico do concelho: o natural. A nível regional, é um marco no processo de reversão de décadas em que o Algarve perdeu muitos dos seus valores naturais e uma medida crítica para a criação de condições para uma economia mais sustentável.