Jovem detido em flagrante por militares da GNR, na zona do Carvoeiro, concelho de Lagoa, devido a tráfico de 43 doses de haxixe, fica em liberdade como arguido

Na sequência de uma acção de patrulhamento efectuada por elementos da Guarda Nacional Republicana, o indivíduo, de 26 anos, manifestou um comportamento considerado suspeito e “algum nervosismo” perante a presença das autoridades, o que levou a ser abordado.

José Manuel Oliveira

Um homem, de 26 anos, foi detido, na passada terça-feira, dia 07 de Maio, por militares do Posto Territorial de Carvoeiro da Guarda Nacional Republicana (GNR), no concelho de Lagoa, devido a tráfico de droga. O caso ocorreu, segundo aquela força de segurança, após ter manifestado um comportamento considerado suspeito e “algum nervosismo” perante a presença das autoridades,na sequência de uma acção de patrulhamento naquela zona do barlavento algarvio.

Revista pessoal de segurança ao suspeito” permitiu encontrar a droga escondida e apreendê-la

“No decorrer das diligências policiais, foi efetuada uma revista pessoal de segurança ao suspeito, tendo sido possível apurar que se encontrava na posse de produto estupefaciente, motivo que levou à sua detenção em flagrante e à apreensão de 43 doses de haxixe”, refere, em comunicado, divulgado na tarde de sexta-feira, 10 de Maio, o Comando Territorial de Faro da Guarda Nacional Republicana. 

Factos foram comunicados ao Ministério Público de Portimão

O detido “foi constituído arguido”, tendo os factos sido“comunicados ao Tribunal Judicial de Portimão”, acrescenta a GNR. Ou seja, fica em liberdade a aguardar julgamento, enquanto decorre o processo.

Mais Artigos