Faro – Detidos em flagrante por caça ilegal

O Comando Territorial de Faro, através do Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) de Faro, ontem, dia 4 de novembro, deteve em flagrante dois homens de 25 e 49 anos, por caça ilegal, em Faro.

Na sequência de uma denúncia pela prática de caça ilegal, os elementos do NPA procederam a uma intervenção policial que permitiu detetar e deter em flagrante os indivíduos pelos crimes de não preservação da fauna e das espécies cinegéticas e por utilização de métodos proibidos de caça. No decorrer das diligências foi apreendido o seguinte material:

·         Duas gaiolas para acondicionamento de aves;

·         Uma Tesoura;

·         Um Martelo;

·         Um rolo de corda;

·         Quatro cavilhas;

·         Redes.

No decorrer da ação foram ainda resgatadas três aves, nomeadamente um lugre (Carduelis spinus), um pintassilgo (Carduelis carduelis) e uma ave híbrida de pintassilgo.

As aves foram entregues no Centro de Recuperação e Investigação Animais Selvagens (RIAS), em Olhão.

Os detidos serão presentes ao Tribunal Judicial de Faro, hoje, 5 de novembro, para aplicação das medidas de coação.

A Guarda Nacional Republicana, através do Serviço da Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA), tem como preocupação diária a proteção ambiental e dos animais. Para o efeito, poderá ser utilizada a Linha SOS Ambiente e Território (808 200 520) funcionando em permanência para a denúncia de infrações ou esclarecimento de dúvidas.