Exposição de Rocha de Sousa patente na Biblioteca Municipal de Silves até ao final do ano

A exposição “Rocha de Sousa: aqui ficarei”, encontra-se patente na Biblioteca Municipal de Silves até ao dia 29 de dezembro.

Ato de resistência à ausência e ao esquecimento, a exposição pretende dar um testemunho da obra de Rocha de Sousa (Silves, 1938-Lisboa, 2021), simultaneamente construída sob o desígnio programático das «coincidências voluntárias», procuradas e exercidas nos domínios da docência, do ensaio, da crítica, da ficção, das artes plásticas, do cinema e da televisão, e com a convicção de que apenas na liberdade não constrangida de «ser vários sem heterónimos», a solidariedade se expressa, nela encontrando os argumentos circulares de uma criação solitária.
Distinguido pelo Município de Silves, em 2019, com o Prémio Arte e Cultura, Rocha de Sousa escreveu no agradecimento que veio a ser publicado no jornal Terra Ruiva (out. 2021): «aqui ficarei, aqui ficarei, ponto histórico que me obriga a nacionalidade, verdade das raízes, de novo as imagens, memória, um corpo, um testemunho com registo de morada».
Esta exposição é mais um movimento no sentido dessa permanência.

Esperamos por si!