Eleições Autárquicas 2021 – Hugo Pereira candidato à Câmara Municipal de Lagos pelo Partido Socialista “: O negativo está fácil de ver: a pandemia. Ninguém esperava o que aconteceu e custa muito ver um concelho em crescimento estagnar durante meses.”

Litoralgarve: O que o (a) leva a candidatar-se à presidência da Câmara Municipal?
Hugo Pereira:
O facto de acreditar que o projeto do Partido Socialista apresenta as melhores soluções para o nosso concelho. Por outro lado, quero devolver a Lagos um pouco do que me deu e, para isso, nada como servir o povo lacobrigense da forma mais nobre possível.

Litoralgarve: Como reagirá se não for eleito (a) presidente da Câmara? Deixará a política?
Hugo Pereira:
Não equaciono o meu destino caso não seja eleito, porque não entro em projetos a pensar na derrota, mas sempre na vitória.

Litoralgarve: Será possível exercer a presidência sem maioria absoluta? Com que partidos / forças políticas estabelecerá acordos?
Hugo Pereira:
Em democracia, a política é a arte do compromisso e do consenso, e isso aplica-se muito ao poder local. Porém, acredito que iremos obter a maioria absoluta e, se assim for, essa situação não se irá colocar.

Pode ser uma imagem de 2 pessoas

Litoralgarve: Qual a primeira medida que tomará se for eleito (a) presidente da Câmara Municipal e porquê?
Hugo Pereira:
O que queremos é continuar este projeto de levar “Lagos Mais à Frente”. Temos muitas prioridades, mas a questão da Habitação é fulcral. É um anseio da nossa população ao qual vamos dar resposta e de forma célere.

Litoralgarve: E o que pensa levar a efeito durante o próximo mandato autárquico até 2025?
Hugo Pereira:
O nosso programa é vasto e só mesmo uma consulta em www.hugopereira2021.pt poderá responder a essa pergunta. De uma forma resumida, além da criação de Habitação a custos controlados, pretendemos apostar na valorização do património do concelho, seja ele natural, cultural ou edificado, valorizar o urbanismo, estar sempre próximo das pessoas e empresas e promover a coesão territorial.

Litoralgarve: Qual é o maior desafio que este concelho enfrenta nos próximos anos?
Hugo Pereira:
A Habitação. O custo da habitação é muito alto em Lagos, pois sabemos que vivemos num território que todos reconhecem como de excelência. Atrair e fixar jovens, e minimizar o custo da habitação para as famílias com menos posses, é o foco central nos próximos anos.

Litoralgarve: Que avaliação faz deste mandato autárquico no concelho? Quais os aspetos positivos e negativos que destaca?
Hugo Pereira:
O negativo está fácil de ver: a pandemia. Ninguém esperava o que aconteceu e custa muito ver um concelho em crescimento estagnar durante meses. Pela positiva, saliento o comportamento cívico e responsável da nossa população, perante uma realidade desconhecida para todos, e a resposta que demos a essa mesma pandemia, sobretudo em termos sociais: tentámos e conseguimos não deixar ninguém para trás.

Litoralgarve: Qual é a sua opinião sobre os restantes candidatos? Que aspetos positivos e negativos aponta a cada um deles?

Hugo Pereira: Não falo de adversários. Acredito que, tal como eu, desejem o melhor para o concelho. O que nos separa é o projeto e as políticas e, nesse campo, não tenho dúvidas que o PS tem a melhor equipa e o melhor projeto para o concelho, e, por isso mesmo, temos sido merecedores da confiança do povo de Lagos.

Litoralgarve: Como avalia a atuação deste Governo? Quais os pontos positivos e negativos?
Hugo Pereira:
Faço uma avaliação muito positiva. A resposta dada pelo Governo à COVID-19 diz muito sobre a qualidade dos quadros que trabalham para Portugal e para os portugueses.Acrescento que temos um Primeiro-Ministro muito capaz que tem privilegiado sempre as pessoas e encontrado soluções para a retoma económica, como por exemplo o Plano de Recuperação e Resiliência.

Litoralgarve:É a favor ou contra a regionalização e porquê? / O que poderá mudar no Algarve com a regionalização?
Hugo Pereira:
Sou há muito favorável à regionalização, pois considero que é um passo vital para o desenvolvimento do país e do Algarve. Quanto mais descentralizado estiver o poder, mais escrutínio existirá por parte da população e, acredito, o investimento público será canalizado para as reais necessidades dos algarvios.

Pode ser uma imagem de 4 pessoas

QUEM É QUEM

As   questões   a   que   o    candidato  do Partido Socialista à presidência   da   Câmara   Municipal   de   Lagos não respondeu

Nome completo:

Data do nascimento:

Signo:

Altura:

Peso:

Naturalidade:

Residência:

Estado Civil:

Filhos (nomes e idades):

Habilitações literárias (escolas / universidades que frequentou, onde e em que anos)

Profissão  (há quantos anos e onde a exerce):

Idiomas que domina:

Filiação partidária (desde quando / há quantos anos / número de filiado e onde):

Experiência política / cargos e há quantos anos:

Número de eleitor / onde vota:

Na infância e juventude, o que ambicionava ser um dia em termos profissionais?

Qual era o seu brinquedo preferido em criança?

Qual o valor e o que fez com o primeiro salário que recebeu quando começou a trabalhar? Em que ano?

– Clube desportivo de que é adepto / associado (número de associado)

– Como ocupa os tempos livres?

– Modalidade (s) desportiva (s) que pratica / ou já praticou:

– Frequenta o ginásio? Quantos dias por semana?

– Gastronomia / qual é o seu prato preferido?

– Qual a bebida que não dispensa?

– Quantos cigarros fuma por dia?

– Onde costuma passar férias e porquê?

– Qual é a praia de que mais gosta / porquê?

– Costuma fazer caminhadas? Em que dias, onde e quantos quilómetros?

– Carro (marca):

– Já foi multado na condução? Que infrações cometeu e qual o valor da multa?

– Bicicleta:

– Animais que tem em casa:

– Filmes que mais aprecia? E porquê?

– E livros /  porquê?

– Religião / e porquê?

– Como reage quando alguém o aborda na rua a pedir dinheiro para comer?

–  Qual foi a situação mais difícil  / susto que já passou na vida? E como enfrentou?

– E a situação mais divertida?

–  Internet, telemóveis, redes sociais  –  aspetos positivos e negativos que destaca?

–  Qual a sua principal virtude?

–  E qual o seu principal defeito?

–  Que conselhos costuma dar aos seus filhos e a outros familiares?

–  O que mais aprecia nas pessoas?

–  E o que mais detesta?

– Qual a figura nacional que mais aprecia e porquê?

– E a nível mundial? E porquê?

– O que aprendeu com a Covid- 19?

– De que forma a pandemia tem condicionado a sua vida?

Mais Artigos