Dois sismos atingem Faro no espaço de quatro minutos ao final da tarde de domingo

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera registou o primeiro abalo às 18h.16m.30s, de magnitude 3.0 na Escala de ‘Ritcher’, a sudoeste de Faro, tendo atingido os concelhos de Loulé e Lagoa, sem causar estragos, nem vítimas. O segundo, de magnitude 1.1, foi sentido pelas 18h.20.18s.

José Manuel Oliveira

A terra voltou a tremer no Algarve, no domingo, dia 18 de Fevereiro de 2024, mas, até ao momento, não existem indicações sobre vítimas, nem danos materiais. Desta vez, de acordo com o gráfico divulgado pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), foi registado, pelas 18h.16m.30s., um sismo de magnitude 3.0 na Escala de ‘Ritcher’, com epicentro a sudoeste de Faro e 27 quilómetros de profundidade. As coordenadas geográficas apontam latitude 36.693 N e longitude 8.184 W. Segundo aquele organismo, o abalo acabou por ser sentido, também, no concelho vizinho de Loulé e em Lagoa, neste caso já na zona do barlavento.

“Não sei de nada, não ouvi falar de qualquer sismo”, garantiu, ao ‘Litoralgarve’, uma moradora em Faro

“Não sei de nada, não ouvi falar de qualquer sismo”, garantiu, ao ‘Litoralgarve’, uma moradora em Faro. “Nada senti”, acrescentou um residente, de 66 anos, na capital algarvia.

Pouco depois ocorreu um outro sismo, agora menos intenso, de magnitude 1.1 e também com epicentro a sudoeste de Faro e 31 quilómetros de profundidade. Latitude 36.617 N e longitude 8.151 W, indicou, ainda, o Instituto Português do Mar e da Atmosfera.