Direção da cruz vermelha – Faro/Loulé “demite-se com excelente recuperação de déficit herdado e ordenados em dia”

Da Presidente da Direção da Cruz Vermelha de Faro-Loulé, Dora Luís, e sua equipa directiva, que, de acordo com nossa notícia desta semana, pediram a demissão por “DESRESPEITO-INGRATIDÃO E DESLEALDADE DA DIRECÇÃO NACIONAL E DESLEALDADE DO DELEGADO REGIONAL DE FARO” , afirmaram então, recebemos um esclarecimento, “antes de entregarmos as chaves à direção nacional da CVP, na próxima segunda feira”, e adiantam:

“Encerramos o nosso trabalho no dia do 77º aniversário da delegação, uma Direção voluntária e totalmente gratuita, que não sabemos se acontecerá o mesmo com quem nos substituir!”, questionou Dora Luís.

“Em cerca de dois anos, ultrapassando o difícil período pandémico, como foi certificado e avalizado pela direção nacional, efetuamos uma recuperação financeira do déficit que herdámos melhor e mais rápida do que a de muitas empresas, mais de 300 mil euros (315.344.02 euros) para pouco mais de 50 mil (57.971.72 euros), como demonstramos com os documentos juntos, de Demonstração dos Resultados – Certificados e Avalizados pela Direção Nacional – Tudo com Uma Gestão Exemplar de Meios”, Sublinhou.

Praticamente sem se deter, a presidente demissionária da Cruz Vermelha Faro-Loulé, Dora Luís, acrescenta: “Saímos com salários pagos a profissionais motivados, qualificados, competentes e de reconhecido mérito – este é o nosso legado!”, concluiu.

Manuel Luís

f: arquivo