Detenção de suspeitos de rapto

A Polícia Judiciária, através da Unidade Nacional Contraterrorismo (UNCT), deteve dois homens, em cumprimento de vários mandados de busca domiciliária e de mandados de detenção fora de flagrante delito, suspeitos da prática de um crime de rapto consumado e de um outro na forma tentada, crimes de roubo, de extorsão e de ofensas à integridade física.

Os factos em investigação remontam a datas distintas do mês de novembro e tiveram lugar nas cidades de Lisboa e Amadora, tendo as vítimas, dois homens de 27 e 38 anos de idade, sido alvo das referidas ações criminosas, na sequência do não pagamento de uma elevada dívida de consumo, em espaço de diversão noturna.

O inquérito é titulado pelo DIAP de Lisboa.

Os detidos, ambos de 36 anos de idade e possuidores de antecedentes criminais, foram presentes a interrogatório judicial no Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa, tendo-lhes sido aplicada, como medida de coação, a prisão preventiva.

Mais Artigos