Deputados do PSD eleitos pelo Algarve querem saber o futuro da requalificação da EN125

Os deputados do PSD eleitos pelo distrito de Faro exigem saber do Governo se o projeto de requalificação da EN125 foi ou não abandonado, uma vez que o tema não consta do Orçamento do Estado para 2023 e o Ministro das Infraestruturas tem evitado a discussão do tema na Assembleia da República.

“As obras de requalificação da EN125 foram anunciadas em 2008 e deviam ter ficado concluídas em 2012. Mas, 14 anos depois o que os algarvios sabem é que esta via continua ao abandono e nada tem sido feito. A única coisa que sabemos é que todos meses são pagos milhões de euros de indeminização à concessionária a que se juntam mais 30 milhões pagos inicialmente”, refere a deputada Ofélia Ramos, acrescentando que vai “continuar a questionar o Ministro até que haja uma resposta clara e objetiva sobre esta via fundamental para o Algarve”.

Os deputados Luís Gomes, Rui Cristina e Ofélia Ramos lembram que a requalificação da EN125 é uma necessidade urgente para o distrito de Faro, já que o estado em que a via se encontra apresenta sérios riscos para a segurança de todos os automobilistas.

Recorde-se que, neste momento, a Infraestruturas de Portugal se encontra a pagar uma verba mensal de 1,2 milhões de euros à Rotas do Algarve (a que acresce uma indemnização inicial de 30 milhões de euros), na sequência de uma ação interposta pela subconcessionária para rescindir o contrato de subconcessão e que prevê uma indemnização de, aproximadamente, 445 milhões de euros.

PUBLICIDADE