De Julho a Setembro, Tavira torna-se a cidade cultural do Algarve

O Verão em Tavira está de volta já no dia 6 de julho. Até ao final de setembro a cidade quer ser o centro da divulgação cultural, da língua portuguesa, das artes e do património cultural material, imaterial e ambiental. Este ano, integra ainda na sua programação as Comemorações dos 50 anos da Revolução de Abril, com diversos espetáculos sobre a temática.

Cenas na Rua – entre o Teatro, poesia, música, circo contemporâneo, dança contemporânea e marionetas

A 18ª edição do Cenas na Rua – Festival Internacional de Teatro e Artes na Rua, de Tavira, abre o Verão em Tavira. A programação, que acontece de 6 a 14 de julho por toda a cidade, conta com propostas artísticas e espetáculos premiados nas áreas da dança contemporânea, teatro, novo circo, poesia, humor, música e multidisciplinar, vindas de várias partes do mundo. De Espanha, chega a dança contemporânea e suspensa de Maitane Sarralde, “Desanuda”, “La crisis de la imaginacion”, de Rauxa Cia, “Só” de Xampatito Pato e “Maestrissimo”, de Pagagnini II Yllana. De Itália, Juriy Longhi traz “Bubble Street Cirkus” e de França, Compaigne Bivouac, brinda o público com “Perceptions”. Também três projetos portugueses se destacam nesta edição, com o Teatro das Beiras a apresentar “O juiz da beira”, de Gil Vicente, Mãozorra e “A Viagem” e o projeto em torno da poesia “A Secreta Vida das Palavras”, dos artistas Mafalda Veiga, Lavoisier e Catarina Munhá.

Música

A programação segue com mais um ciclo de Jazz em Tavira, com quatro espetáculos de 18 a 21 de julho, na Praça da República. No dia 18 de julho, a Orquestra de Jazz do Hot Club junta-se à artista moçambicana Selma Uamusse para recriarem a peça “Black, Brown and Beige”, de Duke Ellington. No dia seguinte, 19 de julho, será a vez do tavirense Desidério Lázaro subir a palco na companhia de Mimi Froes. No dia 20, o projeto “Margem”, de Maria Carvalho Quinteto, faz uma homenagem a José Mário Branco. O ciclo termina no dia 21 de julho, com Júlio Resende e o seu novo espetáculo “Fado Jazz – Filhos da Revolução”.

O Parque do Palácio da Galeria contará com a sua já habitual programação de verão. No dia 24 de julho, Sérgio Godinho & Os Assessores “LIBERDADE25” convidam a A Garota Não e, no dia 07 de agosto, David Fonseca, apresenta “Still 25”. Já no dia 21 de agosto terá lugar o concerto de Cristina Branco, com o seu último álbum “Mãe”. Os ingressos para os espetáculos estarão à no stand de informações do Verão em Tavira, situado na Praça da República (diariamente, entre as 20h e as 24h), no Palácio da Galeria, de terça a sábado, no período de abertura ao público ou no próprio dia, na bilheteira do espetáculo. Poderão ainda ser adquiridos na BOL, à exceção do de David Fonseca que pode ser adquirido na Ticketline.

De 25 de julho a 1 de setembro, a Praça da República torna-se palco de uma vasta programação no campo da música eclética, diversificada e inclusiva, com destaque para projetos locais e regionais, assim como referências da música portuguesa e além-fronteiras da atualidade, dança e folclore. Neste palco irão passar os projetos nacionais Anónimos de Abril com Rogério Charraz, Joana Alegre, João Afonso e José Fialho Gouveia, Teresinha Landeiro, Kumpanhia Algazarra, Iolanda, os Ritual Tejo, entre outros. A nível regional destaque para a presença da Orquestra do Algarve e da Orquestra de Jazz do Algarve.

Espaço também para a divulgação dos projetos tavirenses Poetas Cantados, OSMOSE, NAMLESS, G.I.G.G.Y. epara a Banda Musical de Tavira. Na dança, o palco recebe a dança das Classes de Dança da Academia de Música de Tavira, da Cia D Dance, o folclore com os Ranchos de Tavira, Luz de Tavira e Santo Estevão, o Grupo de Música Popular Pérolas do Gilão e o Grupo de Cantares de Cachopo. Ainda realce para a comemoração do Dia de Santiago, pela União das Freguesias de Tavira, com um espetáculo de Lucky Duckies.

Pela Praça da Republica passarão ainda os Alma de Coimbra, a cabo-verdiana Cremilda Medina, a galega UXIA e Vitor Zamora y Sexteto Cuba, vindos do outro lado do Oceano Atlântico. Haverá ainda mais uma Gala Lírica, com os músicos do T.N.S.Carlos a interpretar as obras de Mozart, Beethoven, Verdi, Bernstein entre outros.

De 16 de julho a 27 de agosto, uma vez por semana, o Fado no Coreto, dá a conhecer vários artistas locais no Jardim do Coreto.

Cinema

Também o cinema tem destaque nesta programação, com mais uma edição da “Mostra de Cinema ao Ar Livre de Tavira”, de 18 de julho a 18 de agosto, nos Claustros do Convento do Carmo – uma organização do Cineclube de Tavira. Noutras freguesias do concelho, o cinema chega pela mão da Cinemalua – Associação Cultural, que traz sessões de cinema ao ar livre, com o ciclo “Bons Filmes de Sempre”

Feiras temáticas e Mostras de Artesanato

O verão é também sinónimo de várias feiras temáticas. Estas estão de regresso à Rua do Cais, requalificada e inaugurada em junho.

Entre 12 e 15 de julho, uma organização da Associação Cegos por Provas com o apoio do Município de Tavira, acontece a iniciativa vínica e gastronómica, Tavira: Os Dias do Vinho. Contanto com cerca de 40 expositores, esta feira tem como objetivos dar a conhecer diversas/diferentes variedades de vinhos nacionais, e de Tavira, através de provas e outras iniciativas.

Entre 18 de julho e 04 de agosto realiza-se a 28ª edição da Feira do Livro de Tavira que contará com cerca de 40 expositores. Da programação fazem parte lançamentos e apresentações de novas edições, bem como conversas com autores.

A ASTA – Associação de Artes e Sabores de Tavira organiza também mais uma Feira dos Ofícios, entre 07 e 15 de agosto, cujo objetivo é a divulgação do artesanato, doçaria e técnicas associadas, do concelho de Tavira, com a participação também de expositores convidados da região e do Alentejo. De 17 a 25 de agosto terá lugar também mais uma edição da Feira de Antiguidades e Velharias de Tavira, espaço privilegiado para os amantes do colecionismo e decoração adquirirem raridades e peças únicas. A Associação para o Desenvolvimento Integrado da Baixa de Tavira – UAC organiza entre 28 de agosto e 01 de setembro a Feira dos Stocks, em colaboração com diversos espaços comerciais associados da cidade.

As Mostras de Artesanato, uma organização das Associações de Tavira ASTA, Almadrava e Albacora, estão de volta e acontecem semanalmente, entre 01 de julho e 02 de outubro. Os lugares escolhidos são a Praça Dr António Padinha (Jardim da Alagoa), às segundas, terças e quartas-feiras, e no Jardim das Palmeiras às sextas, sábados e domingos.

Exposições e Performances

No Museu Municipal de Tavira/ Palácio da Galeria podem ser visitadas as exposições “Dieta Mediterrânica – Património Cultural Milenar” e “BALSA, Cidade Romana”. Ainda no Museu Municipal de Tavira, encontram-se previstas diversas performances da peça “O que fica de nós”, pelo ator tavirense Vitor Correia.

No Quartel da Atalaia mantém-se patente a exposição do fotojornalista Alfredo Cunha “25 de abril de 1974, Quinta-feira”. O Núcleo Islâmico do Museu Municipal de Tavira tem patente a sua exposição permanente “Tavira Islâmica”, a qual conta com as peças mais emblemáticas do período islâmico encontradas no subsolo da cidade de Tavira.

No campo da arte digital, o Museu Zer0, apresenta, de julho a setembro, uma instalação na Ermida de São Roque. De 13 de julho a 14 de setembro os asturianos Estúdio Rotor trazem, “A Onda”, que conjuga a utilização de sal, tão próprio de Tavira, com módulos de luz programada e gerada pelo movimento de ondas do mar, mostradas em vídeo.

O Verão em Tavira mantém, desde 2002, as mesmas linhas programáticas e preocupações: divulgar a cultura, a língua portuguesa, as Artes, o património cultural material, imaterial e ambiental. Fruto da prioridade, importância, envolvimento da comunidade, e investimentos realizados nos últimos anos, o programa cultural da cidade, em conjunto com a comunidade, quer ser assim cada vez mais completo, diversificado e rico.