Dança contemporânea, performances, workshops, mostra de vídeo-dança e exposição de fotografia fazem parte da sexta edição do festival “Entrelaçados”

De 27 de outubro a 15 de dezembro, maioria dos eventos decorrerá em equipamentos culturais de Portimão.

A cidade de Portimão vai ser o principal palco da sexta edição do “Entrelaçados – Festival de Dança Contemporânea”, promovido pela Associação Cultural Dancenema e que envolve diversas artes, da dança à fotografia, passando pelo circo, a performance, o teatro ou a música, entre outras.

Este ano, a agenda conta com 12 momentos artísticos, alguns dos quais a realizar nos concelhos vizinhos de Lagos e Lagoa, permitindo ao público apreciar exposições fotográficas, uma mostra de vídeo-dança e espetáculos multidisciplinares, não faltando workshops de várias abordagens artísticas, nomeadamente de acrobacia aérea, teatro, voz, composição e dança contemporânea.

Ao mesmo tempo que participarão no “Entrelaçados” profissionais de referência nacional e internacional, assim como companhias de renome, também haverá espaço para os jovens artistas.

A pré-abertura terá lugar às 21h00 de 27 de outubro na Black Box do TEMPO- Teatro Municipal de Portimão, com a peça de dança contemporânea “Fodam-me tudo menos o coração!”, interpretada pela coreógrafa e bailarina portimonense Maurícia Barreira Neves.

No dia 28 de outubro, a Casa Manuel Teixeira Gomes receberá às 16h30 a abertura oficial do festival, com a inauguração da exposição fotográfica “Algarve, Dança e Arte”, a que se seguirá a mostra de vídeo-dança “Milho-Rei” e degustação de vinhos.

Antes, cerca das 15h00, a Alameda da República será palco do espetáculo de novo circo “La Trottola”, protagonizada pelos acrobatas Clara e José, da Cia. Depáso, que no dia seguinte, 29 de outubro, serão responsáveis por um workshop de acrobacia aérea, que decorrerá entre as 10h00 e as 13h00 no Pavilhão Gimnodesportivo de Portimão.

Para a noite de 31 de outubro, a partir das 20h00, o restaurante Faina, junto ao Museu de Portimão, recebe a iniciativa “Café-Performance”, jantar temático com intervenções artísticas, nas quais músicos e bailarinos apresentarão as suas artes performativas tendo como tema o Halloween.

A programação continua a 2 de novembro, quando a Black Box do TEMPO acolher das 18h00 às 21h00 o workshop “Tutti-Frutti” sobre composição, teatro e voz, a cargo de por Maurícia Barreira Neves.

No Grande Auditório do TEMPO realiza-se na noite de 4 de novembro (21h00) o espetáculo de dança contemporânea “Ser Animal Humano”, com atuação de Sofia Brito, enquanto o cinema dominará as atenções do dia 8, através da mostra de vídeo-dança com vários autores, a exibir às 19h00 na Casa Manuel Teixeira Gomes.

Mais um workshop, desta vez sobre dança contemporânea, está marcado para 10 de novembro na Casa das Artes (19h30 às 21h30), sob orientação de Bruno Duarte, da Companhia de Dança de Almada.

Por fim, e como extensão à sexta edição do festival “Entrelaçados”, o auditório do Museu de Portimão acolherá na noite de 15 de dezembro, a partir das 21h00, o espetáculo de dança contemporânea “Mostra Coreográfica Solos e Duetos”, criado por vários autores.

Para informações complementares sobre o “Entrelaçados”, inscrições em workshops e obtenção de bilhetes, os interessados deverão consultar o site da Dancenema (www.dancenema.com) e a página de Facebook do festival, podendo os eventos agendados para Portimão ser consultados no site do Município, em www.vivaportimao.pt