COVID – 19 – Dia 07 de Janeiro de 2022 às 15.00 horas – Eleva-se a 61 o número de pessoas neste momento infetadas no concelho de Vila do Bispo, ao serem registados 13 novos casos positivos

Sem recuperados há dois dias e 17 habitantes continuam sob vigilância.          

Depois das festividades, o vírus continua a perseguir o concelho de Vila do Bispo, com o relatóriodas autoridades de saúde locais sobre a Situação Epidemiológica Covid-19, apresentando dados até às 24.00 horas do dia 06/01/2022 e atualizado pelas 15.00 horas de 07/01/2022, a assinalar 13 novos casos positivos, o número mais alto dos últimos tempos. E uma vez que, pelo segundo dia consecutivo, não houve recuperados, já ascende a 61 o número de casos ativos (pessoas atualmente infetadas), enquanto se mantêm 17 vigilâncias a cargo das autoridades de saúde e da Proteção Civil.      

Risco Muito Elevado permanece no concelho de Vila do Bispo       

O  quadro  elaborado pelo ‘Litoralgarve’, com a evolução da  Situação Epidemiológica Covid-19  no concelho de Vila do Bispo, no  dia  07  de Janeiro  de  2022,  sexta-feira, é o seguinte:

13  –   Número   de   Novos   Casos   Positivos   (Diário)  –  (mais nove do que na data anterior. Deste modo,  72  residentes apareceram infetados em onze dias).

0   –   Número    de   Recuperados   (Diário)  –  (pelo segundo dia  consecutivo não houve registo de recuperações)

61   –   Número    de   Casos    Ativos   –   (mais     13)

17  –    Número   de   Pessoas   sob   Vigilância   –   (sem   alteração há dois dias)    

588  –  Número    de    Casos  de  Infeção  Confirmados   (Cumulativo)  desde  o início da pandemia, em 2020   –   (mais   13)

520   –   Número   de   Recuperados    (Cumulativo)   desde  o  início  da pandemia,  em  2020   –   (há dois dias sem alteração)  

73  –  Número  de  Novos   Casos   nos   Últimos   14   Dias    –  (mais     8)    –   Incidência   atribuída   pela   Administração Regional  de   Saúde   do   Algarve  –   1.423    (mais    156). O concelho de Vila do Bispo continua situado no nível de    Risco  Muito  Elevado  para efeitos de perigo de contágio desta doença.)

7   –  Número   de  Óbitos  (Cumulativo)  desde o início da pandemia, em 2020  –  (sem  alteração)

Concelho de Loulé passou a ter o número mais elevado de pessoas neste momento infetadas no Algarve, seguindo-se o de Faro e Albufeira 

Já o relatório semanal da Comissão de Proteção Civil da Região do Algarve, divulgado no dia  07 de Janeiro de 2022 e apresentando como fonte a Administração Regional de Saúde do Algarve, indicou  60  casos ativos   (mais  30  do que na passada semana, a 31 de Dezembro de 2021)   e   521   recuperados   (mais   27)  no concelho de Vila do Bispo.

O mesmo documento apontou  o concelho de Loulé com 1.272 casos ativos  (mais  467  em comparação à semana anterior, no dia 31 de Dezembro de 2021), tendo, por isso,  passado a ser o mais atingido nesta altura no Algarve pela pandemia de Covid-19. Seguem-se os concelhos de Faro, ao registar  1.235  casos ativos  (mais  421), e de  Albufeira, com 1.050  casos ativos, o que corresponde a um acréscimo de mais  399 pessoas infetadas.

Desceu    para    70    o   total     de    doentes   com    Covid-19  internados   nos    hospitais   da  região   algarvia.   Em  Unidades  de  Cuidados  Intensivos   encontram-se   15,  enquanto   que   os   Internados   Ventilados   são      6.    Houve     9    falecimentos    numa    semana    e   mais    2.294    pessoas   foram    consideradas   como   recuperadas.  

A Situação Epidemiológica na Região do Algarve, com “dados até às 24.00 horas do dia 06 de Janeiro de 2022” e também tendo como base a Administração Regional de Saúde do Algarve,  indicou     70    doentes  internados com Covid-19   (menos  16  do que passada semana, a 31 de Dezembro de 2021),  15  em Unidades de Cuidados Intensivos   (menos   1)   e   6   internados  ventilados  (menos   7). Verificou-se, assim, uma decida do número de pessoas infetadas nos hospitais algarvios.

Aquele relatório da Comissão de Proteção Civil da Região do Algarve, endereçado aos órgãos de comunicação social, destacou que, também até às 24.00 horas de 06 de Janeiro de 2022, estavam registados  592  óbitos  (mais  9  do que há uma semana), em total cumulativo desde  06 de Março de 2020.

Por outro lado, o número de casos ativos subiu para 7.572  (mais  2.744), enquanto que o de recuperados, cumulativo desde 06/03/2020, atingiu   55.571, o que significa que, durante uma semana,  mais  2.294  pessoas conseguiram  livrar-se da pandemia nesta região do sul do país.

Paulo Silva

José Manuel Oliveira

Mais Artigos