CORUM investe 26 milhões de euros na compra de centro logístico em Famalicão

A CORUM Investments reforça a sua presença em Portugal com a aquisição de um centro logístico em Ribeirão, Famalicão, com um contrato de arrendamento a longo prazo assinado com a Olicargo. Esta aquisição, realizada através do CORUM Eurion, um fundo com certificação ESG, representa um investimento de cerca de 26 milhões de euros por parte da gestora de origem francesa.

Com esta aquisição, a CORUM eleva para 16 o número de edifícios comerciais detidos em Portugal ”, salienta Miguel Costa Santos, sublinhando o compromisso da SCPI (Sociedade de Investimento Imobiliário) francesa com o mercado nacional. “É um investimento completamente alinhado com a nossa estratégia de procurar oportunidades que garantam retornos atrativos para os nossos investidores”, acrescenta o Country Manager da CORUM Portugal.

Este imóvel, o quarto adquirido pelo CORUM Eurion em Portugal desde 2021, está arrendado à Olicargo, e tem um contrato não renunciável de 19 anos, que permite à CORUM oferecer, tendo em conta o preço de compra, uma rentabilidade inicial bruta de cerca de 8% indexada à inflação aos subscritores deste fundo disponibilizado no mercado nacional apenas para investidores profissionais.

“Continuamos a diversificar o portfolio em Portugal, com a adição do segundo ativo logístico no país, um sector que tem beneficiado com o crescimento do e-commerce e onde esperamos crescimento de rendas devido à procura crescente e escassez de ativos no mercado” refere Miguel Valente Bento, gestor de investimentos da CORUM para o Sul da Europa. Mais salienta que “Trata-se de um edifício versátil de alto standard de qualidade (nomeadamente áreas de quente e frio, pé direito alto e 72 cais de descarga) originalmente construído para a Lidl, e que após várias remodelações, permite agora à Olicargo servir o Norte de Portugal”.

Com uma área total do terreno de 67.000 metros quadrados, dos quais cerca de 34.000 de área coberta, este centro logístico conta áreas de frio positivo e negativo, 72 cais desnivelados e um pé direito de cerca de 13 metros. O centro logístico em Famalicão tem também estacionamento para 185 automóveis ligeiros e 36 pesados e encontra-se localizado numa zona industrial consolidada, a 30 minutos do Porto.

A Olicargo é uma empresa de referência no transporte e serviços de logística sediada na Trofa, com instalações em Famalicão, na Covilhã e na Grande Lisboa. Além do mercado nacional, a empresa com mais de 30 anos de atividade tem expandido o seu negócio para outras geografias, nomeadamente Espanha, mas também Angola, Cabo Verde e Moçambique.

A CORUM, que entrou em Portugal em 2014, abrindo a sucursal de Lisboa em 2019, conta com mais de 200 propriedades comerciais em 17 países europeus e no Canadá, dos quais 16 em Portugal.

O investimento em ativos imobiliários comerciais revela-se particularmente eficaz em momentos de inflação ao garantir proteção contra a perda de valor das poupanças já que as rendas cobradas são tendencialmente indexadas ao índice de preços no consumidor. Por outro lado, o atual nível de taxas de juro cria oportunidades de investimento que asseguram taxas de rentabilidade elevadas para investidores de longo prazo através das rendas pagas por arrendatários de qualidade como os da CORUM.

Sobre a CORUM Investments

Comprar ações CORUM Origin e CORUM XL é efetuar um investimento imobiliário. Como qualquer investimento imobiliário, é um investimento a longo prazo com um horizonte de investimento mínimo recomendado de 10 anos e com liquidez limitada. Há o risco de perda do capital investido devido a alterações no mercado imobiliário e o rendimento não é garantido. A sociedade gestora não garante a revenda das ações. Como em qualquer investimento, as rentabilidades passadas não garantem rentabilidade futura.

A CORUM Investments é uma marca da CORUM Asset Management, sociedade gestora de ativos, com sede em 1 rue Euler 75008 Paris, com visto AMF GP – 11000012 de 14 de abril de 2011 e está também autorizada em conformidade com a Diretiva AIFM 2011/61/UE de 10 de Julho de 2014.