Cooperação entre a Unidade Central de Investigação Criminal da Polícia Marítima e a Guardia Civil

A recente megaoperação conduzida pela Unidade Central de Investigação Criminal (UCIC) da Polícia Marítima, em território nacional, evidenciou o desmantelamento de uma significativa rede criminosa internacional dedicada ao tráfico de meixão. As investigações revelaram estreitas ligações desta rede com o território espanhol, onde a Guardia Civil conduzia investigações paralelas.

Esta investigação, que decorreu ao longo de dois anos, contou com a detenção em flagrante delito de 21 indivíduos de diversas nacionalidades e a apreensão de cerca de 420kg de meixão durante o transporte aéreo, além de 293kg durante o transporte terrestre, totalizando mais de 800kg de meixão apreendido no âmbito deste inquérito.

A Guardia Civil acompanhou de perto as atividades desta rede criminosa, cooperando ativamente com a Polícia Marítima portuguesa a fim de desmantelar as suas operações em ambos os países. Esta colaboração transfronteiriça é essencial para combater eficazmente o crime organizado, especialmente quando este opera em escala internacional.

O desmantelamento desta rede criminosa é um dos exemplos do compromisso das autoridades portuguesas e espanholas na proteção da vida marinha, assim como na luta contra o tráfico ilegal de espécies protegidas. Esta operação representa um importante passo na preservação dos recursos naturais e na salvaguarda do património marítimo comum destes dois países ibéricos.

A cooperação entre as autoridades portuguesas e espanholas foi fundamental para o sucesso desta operação, que teve impacto direto nas atividades ilícitas que operavam entre ambos os países.

Mais Artigos