Concentração Hospital de Portimão “para fazer frente a qualquer ofensiva contra o nosso Hospital e o ataque ao SNS”

A Comissão de Utentes do SNS de Portimão realizou, ontem de manhã, dia 3 de Julho, mais uma acção de luta junto ao Hospital de Portimão, contra o “ataque ao SNS, que continua”.

“Após inúmeros planos de contingência, vem agora um plano de emergência para o SNS, com pretensão de colocar o Algarve com um novo sistema local de Saúde com público, social e privado em articulação.

Planos de contingência e agora de urgência, com maior articulação entre urgências e concentração de profissionais em hospitais alternados não resolvem problemas de fixação de profissionais e problemas mais estruturais de falta de médicos no SNS.

Assim como linhas telefónicas SNS 24 e SNS grávida, não resolvem os problemas dos utentes e das grávidas.

A Comissão também alerta para o perigo de transformar utentes em clientes. De uma futura oferta só disponível em serviços de saúde privados e na privatização dos nascimentos no Algarve.

Actualmente no Hospital de Portimão, os serviços de Pediatria, internamento e urgências, Obstectrícia e Bloco de Partos não têm médidos especialistas, mas continua aberto.

Não podemos permitir que se ande para trás ao nível dos cuidados de saúde públicos. Esta maternidade e a Pediatria fazem falta e têm de se manter abertas, assim como os seus profissionais têm de aqui manter-se durante todo o ano.

Exigimos deste novo governo: -A garantia efetiva do direito das crianças a nascer e ser cuidado no Hospital de Portimão, com a manutenção da Maternidade, Serviço de Obstetrícia e Pediatria, melhorando a qualidade de todos estes serviços; -Colocação de todos os médicos, enfermeiros, técnicos de diagnóstico, e todos

os outros profissionais em falta nos quadros do SNS, de forma a garantir prestação de cuidados de saúde de qualidade;

-Recuperação e melhoria de todos os serviços e valências no Hospital de Portimão;

-A construção célere do Hospital Central do Algarve, de modo a dotar a região de mais especialidades.

A Comissão estará sempre presente para fazer frente a qualquer ofensiva contra o nosso Hospital”, conclui a nota de imprensa da Comissão de Utentes do SNS de Portimão.

Manuel Luis