Casa Manuel Teixeira Gomes expõe “Um Mar de Artes”

9 de outubro a 20 de novembro

A Casa Manuel Teixeira Gomes inaugura pelas 16h00 de 9 de outubro a exposição “Um Mar de Artes”, que reúne algumas artes de pesca presentes no concelho de Portimão, suas práticas, gentes e gestualidades.

Esta abordagem complementar entre a fotografia e diversos objetos cruza o passado e o presente, divididos por dois espaços da Casa Manuel Teixeira Gomes: na sala grande figurará a pesca industrial da sardinha, entre a década de 1950 e a atualidade, desde os galeões até às traineiras, entre a saída do barco até à sua chegada à lota; na sala pequena, é proposto um olhar recente para a pesca artesanal, com recolhas sobretudo de Alvor, numa visão mais centrada nos trabalhos em terra, de preparação das artes, uma vez que é aí que se inicia o trabalho no mar.

Na mostra estão agrupados diferentes pontos de vista, como os de Júlio Bernardo na fotografia e de Michel Giacometti na realização do filme “Alar da Rede”, até ao trabalho de recolha fotográfica elaborado por técnicos do Museu de Portimão.

Colaboram também Mário Galhardo, que em 2019 possibilitou a técnicos do Museu de Portimão uma viagem a bordo da sua traineira “Mário Luís”, bem como a empresa Portipescas, que cedeu uma das maquetes da embarcação, o mesmo sucedendo com a Santa Casa da Misericórdia de Alvor que, emprestou diversas maquetes de embarcações e peças existentes no seu museu etnográfico, sem esquecer a comunidade de pesca artesanal de Alvor pelo contributo dado no âmbito das investigações realizadas.

A exposição “Um Mar de Artes” estará patente na casa do escritor-Presidente até 20 de novembro, no seguinte horário: segunda a sexta-feira, das 9h30 às 12h30 e das 14h30 às 16h30.

PUBLICIDADE