Câmara Municipal de Silves volta a associar-se às Jornadas Europeias do Património (JEP)

Sob o mote “Património Inclusivo e Diversificado”, a Câmara Municipal de Silves volta a associar-se às Jornadas Europeias do Património (JEP) através da dinamização de um programa especial que decorrerá entre os dias 29 de setembro e 03 de outubro.

No primeiro dia de programação, e através da atividade “o Museu Municipal de Arqueologia de Silves (MMAS) está a recrutar conservadores-restauradores!” a autarquia convida a Associação de Apoio à Pessoa Excecional do Algarve, a remontar peças cerâmicas atuais e fragmentadas simulando pequenos restauros, como forma de sensibilizar para a importância de uma prática associada à reconstrução e preservação do passado.

O dia 30 de setembro será preenchido com a iniciativa online “Cinco restauros em cinco momentos” que apresentará, nas redes sociais da autarquia, pequenos vídeos descritivos de cinco das intervenções de restauro levadas a cabo pelos serviços de conservação e restauro, objetivando colocar em evidência as várias fases de tratamento a que está sujeito o nosso património, nos seus diferentes suportes: pedra, metal e madeira. O pelourinho, o pavimento em madeira da Sé de Silves, a Torre 4 e muro adjacente das Muralhas da Almedina, a Cruz de Portugal e a Torre 1 do Castelo de Silves são as cinco intervenções que estarão, ao longo deste dia, em destaque.

As comemorações das Jornadas Europeias do Património prosseguem com a iniciativa “O Património vai à Rua da Oliveira!”. Nesta atividade, dinamizada no dia 01 de outubro, o Museu de Arqueologia vai ao Estabelecimento Prisional de Silves mostrar como nasceu o MMAS em torno daquela que é a sua mais importante peça: o poço-cisterna almóada, classificado como monumento nacional.

A programação das JEP terminará com o passeio interpretativo “Escrita do Sudoeste na Serra Algarvia”, a realizar no dia 3 de outubro, pelas 9h30. A iniciativa consiste na realização de um percurso ao longo do vale da sinuosa Ribeira de Odelouca, com passagem por um sítio arqueológico (onde foi encontrada uma estela com a misteriosa escrita do Sudoeste) e momentos de descoberta do património natural e etnográfico. Com entrada livre, a atividade tem participação limitada a 25 pessoas, estando sujeita a inscrição prévia no portal www.qrer.eu, através do email apoioca@qrer.pt ou do telefone 925 390 939.

Relembramos que as Jornadas Europeias do Património são uma iniciativa anual do Conselho da Europa e da União Europeia, que envolve cerca de meia centena de países, e visam a sensibilização dos cidadãos europeus para a importância da salvaguarda do Património. A nível nacional este evento é coordenado pela DGPC, que também define o tema anual, e conta com a participação de várias centenas de entidades públicas e privadas, contemplando a realização de um sem número de atividades, acessíveis gratuitamente ao público, na sua grande maioria. Nesta edição, “Património Inclusivo e Diversificado” é o tema central. Segundo a DGCP, atendendo a que a “importância das JEP sempre se manifestou na sua capacidade de reunir as pessoas em torno do seu património e da cultura que as envolve. Durante 2021 e no futuro, queremos garantir que isso possa incluir todos na sua diversidade”, pelo que atentos à temática deste ano as atividades programadas pelas diversas entidades pretendem explorar e expandir o que habitualmente é oferecido aos visitantes, “alcançando e trabalhando com públicos mais diversos, procurando criar experiências abertas e acolhedoras destinadas a todas as pessoas”.

Mais Artigos