Biblioteca Municipal Lídia Jorge recebe o escritor José Ruivinho Brazão

É já no próximo dia 12 de maio, sexta-feira, às 17h00, que a Biblioteca Municipal Lídia Jorge recebe o escritor José Ruivinho Brazão que vai apresentar a sua mais recente obra: “Adivinhas Portuguesas Recolhidas no Algarve”. Com mais de mil adivinhas, dispostas por ordem alfabética, a obra surpreende o leitor desde o primeiro contacto.

“Adivinhas Portuguesas Recolhidas no Algarve” é a mais recente edição da Associação de Pesquisa e Estudo da Oralidade (APEOralidade). A publicação, que tem por autor José Ruivinho Brazão, investigador do Património Oral, vai ser apresentada na Biblioteca Municipal Lídia Jorge, no próximo dia 12 de maio, sexta-feira, às 17h00.

A obra com mais de mil adivinhas, ordenadas alfabeticamente, prende o leitor pela riqueza e diversidade ideo-estéticas do corpus adivinhístico, com destaque para a qualidade gráfica, a delicadeza e a funcionalidade, resultado da harmoniosa conjugação de texto e notas.

“Este é o maior compêndio que já alguém reuniu em Portugal”, resultado da pesquisa “boca a boca”, apresentando “cuidados e esforços que se ‘adivinham’ na saborosa introdução”, referiu Arnaldo Saraiva, da Universidade do Porto, autor do prefácio da obra.

O livro conta, ainda, com ilustrações de Luís M. Santos e Rui Lopes, sob orientação de Joana Lessa.

Refira-se que José Ruivinho Brazão é licenciado em Filologia Clássica pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, Mestre em Literatura Portuguesa (especialidade Literatura Portuguesa Medieval) e um estudioso da literatura tradicional oral popular desde a década de 60, na região do Algarve, tendo vindo desde 1994, a centrar a sua ação de investigação nos microcampos de Boliqueime e Paderne, respetivamente nos concelhos de Loulé e Albufeira.