Beatas recolhidas nas praias de Tavira contribuem para a economia circular

152 voluntários recolheram 9 litros de beatas e outros resíduos, na iniciativa “Caça à Beata”, a qual decorreu, entre 22 e 25 de agosto, nas praias do concelho (Cabanas, Ilha de Tavira, Terra Estreita e Barril).

 

A ação de cariz lúdico-ambiental pretende sensibilizar para a temática dos pequenos resíduos abandonados pelos veraneantes, durante a época balnear, bem como premiar quem colabora na prevenção do meio ambiente.

 

As beatas encontradas, no areal, serão encaminhadas para a rede Biataki, no enquadramento do projeto de investigação biataCircular, que tem como objetivo a descontaminação e revalorização das beatas, através do cultivo de cogumelos (micélio Ostra), resultando em “ecotijolos” impermeáveis, resistentes a fogo e com baixo peso, numa perspetiva de Economia Circular e valorização dos resíduos.

A “Caça à Beata” surge no âmbito dos compromissos assumidos com a ABAE – Associação Bandeira Azul da Europa em termos de educação ambiental. Neste sentido, o Município de Tavira, em colaboração com a Empresa Municipal Taviraverde, promoveu esta ação, a qual contou, também, com o apoio dos concessionários, das empresas de transporte marítimo-turístico, fluvial e do transporte turístico, o qual foi facultado pelo Aldeamento Pedras d’ El Rei.

Mais Artigos