Bastonário da Ordem dos Farmacêuticos recebido na Câmara Municipal

Uma comitiva da Ordem dos Farmacêuticos, encabeçada pelo bastonário, Hélder Mota Filipe, foi recebida na manhã desta terça feira, 28 de novembro, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, onde manteve uma reunião de trabalho com o vereador com o pelouro da Saúde, Ricardo Calé.

 

O encontro, que faz parte de um périplo por todo o país que tem início no Algarve, teve como objetivo estreitar as relações de proximidade com as autarquias, potenciando o papel das últimas enquanto “agentes de saúde local, sobretudo no quadro da recente transferência de competências nesta área para as câmaras municipais”, nas palavras de Hélder Mota Filipe.

 

Em cima da mesa estiveram temas como o trabalho desenvolvido pelo Município no domínio da Saúde, e de que forma a Ordem pode “passar a palavra” aos farmacêuticos, para que os canais de comunicação sejam cada vez mais estreitos, em prol da comunidade.

 

Sublinhando o papel importante que as farmácias do concelho têm tido na implementação das políticas de saúde da autarquia, Ricardo Calé deu como exemplo a testagem à covid-19, “um projeto que foi reconhecido a nível nacional, devido à resposta plena que conseguimos dar à nossa população, em estreita colaboração e diálogo com as farmácias e os laboratórios do concelho”.

 

O regresso do serviço de farmácia em disponibilidade no concelho após as 21:00, a implantação do Programa ABEM: Rede Solidária do Medicamento, a elaboração da Estratégia Municipal de Saúde, que se encontra na sua fase final, ou as iniciativas levadas a cabo no âmbito do Maio, Mês do Coração, foram alguns dos projetos desenvolvidos em Olhão, que o autarca deu a conhecer à Ordem dos Farmacêuticos.

 

No final do encontro, o bastonário lançou a Ricardo Calé um desafio, que foi prontamente aceite pelo vereador, ele, também, farmacêutico de carreira: “a criação de uma rede nacional de autarcas farmacêuticos, que possam trocar entre si exemplos de sucesso e boas práticas na área da Saúde, que possam ser replicadas no resto do país”.