Amigo ainda tentou salvar pescador lúdico que caiu de falésia em Sagres, vítima de doença súbita, acabando por morrer no mar

O acidente ocorreu, cerca das 15.30 horas de domingo, dia 31 de Dezembro de 2023, no pesqueiro ‘Poças’, numa arriba com cerca de dez metros de altura, situada perto do campo de futebol e em frente às instalações da Marinha, na estrada que liga Sagres ao Cabo de São Vicente.

 

 

José Manuel Oliveira

Paulo Silva

 

Um amigo do homem que morreu na altura em que se dedicava à pesca apeada / lúdica numa falésia da zona de Sagres, no concelho de Vila do Bispo, “ainda tentou segurá-lo quando ele caiu” ao mar, na tarde de domingo, 31 de Dezembro de 2023, vítima de doença súbita, contou, ao ‘Litoralgarve’, um popular, com base em informações recolhidas no local.

Segundo apurou o nosso Jornal, a vítima, de 47 anos de idade e residente em Portimão, estava com esse amigo, num pesqueiro conhecido por ‘Poças’, situado numa falésia com cerca de dez metros de altura, perto do campo de futebol em Sagres, frente às instalações da Marinha, quando se sentiu mal, acabando por sofrer uma queda.

 

Corpo avistado já a boiar no mar, foi resgatado pelos tripulantes da embarcação Salva-Vidas da Estação de Sagres do Instituto de Socorros a Náufragos

 

Depois do alerta dado pelas 15h35m. às autoridades, o Comando da Polícia Marítima de Lagos, responsável por esta zona da Costa Vicentina, ordenou, de imediato, o envio de vários meios para a zona onde ocorreu o acidente, nomeadamente operacionais e veículos dos Bombeiros Voluntários de Vila do Bispo e uma Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER), tendo o corpo do pescador lúdico sido avistado já a boiar no mar. Pouco depois, foi resgatado pelos tripulantes da embarcação Salva-Vidas da Estação de Sagres do Instituto de Socorros a Náufragos (ISN), que o levaram para o porto da Baleeira, situado nesta localidade, onde acabou por ser declarado o óbito.

 

Bombeiros Voluntários de Vila do Bispo transportaram o corpo para autópsia, em Portimão

 

O cadáver foi transportado numa ambulância dos Bombeiros Voluntários de Vila do Bispo para o Gabinete Médico-Legal do Instituto de Medicina Legal e Ciências Forenses, no Hospital do Barlavento, em Portimão, onde será levada a efeito a autópsia. Por sua vez, o Gabinete de Psicologia da Polícia Marítima foi accionado para prestar apoio psicológico aos familiares do falecido

 

 

Duas vítimas mortais no espaço de quatro dias, após quedas em falésias da Costa Vicentina, quando se dedicavam à pesca apeada

 

Este é o segundo acidente mortal registado, em apenas quatro dias, envolvendo pessoas que se dedicam à pesca lúdica, ou apeada, como também é conhecida, nas falésias da Costa Vicentina.

Na tarde do dia 28 de Dezembro de 2023, recorde-se, um homem, de 64 anos e residente na zona de Albufeira, como apurou, na altura, o ‘Litoralgarve’, também sofreu uma queda quando pescava numa rocha, na Praia da Carrapateira, no concelho de Aljezur. Um surfista, que se encontrava naquela área, alertou as autoridades, tendo o corpo sido resgatado, do mar, pelos tripulantes da embarcação salva-vidas da Estação de Sagres do Instituto de Socorros a Náufragos e transportado para o porto da Baleeira, onde foi declarado o óbito.

De resto, esta zona do barlavento algarvio continua a ser bastante procurada por pescadores lúdicos de várias zonas do país, devido à abundância de várias espécies, entre as quais sargos, com todos os riscos resultantes em falésias com grande altura.