Denúncia conduz militares da GNR à detenção, em Albufeira, de três jovens por furto de catalisador e outros materiais, mas já estão em liberdade

Os suspeitos foram constituídos arguidos e os factos comunicados ao Tribunal Judicial de Albufeira.

José Manuel Oliveira

Três jovens, com idades compreendidas entre os 22 e os 26 anos, foram detidos, no dia 16 de Janeiro de 2024 (terça-feira), por militares do Núcleo de Investigação Criminal de Albufeira da Guarda Nacional Republicana (GNR), na sequência do furto de catalisadores neste concelho.

Em comunicado divulgado na quinta-feira, 14 de Janeiro, o Comando Territorial de Faro da GNR refere que, “na sequência de uma denúncia por furto de catalisador, os militares da Guarda desenvolveram diligências policiais, que culminaram na localização e interceção da viatura, na qual os suspeitos se faziam transportar, tendo sido de imediato detidos.” E acrescenta: “No âmbito da acção, foi possível constatar que os suspeitos tinham dentro da viatura, de forma dissimulada, ferramentas utilizadas para consumar os furtos dos catalisadores e diversos catalisadores furtados.”

Aprendidos 17 discos de rebarbadora, uma rebarbadora e um par de luvas do interior de um veículo

Esta operação do Núcleo de Investigação Criminal de Albufeira da GNR, permitiu apreender o seguinte material:

Um veículo

• Uma rebarbadora

• Dezassete discos de rebarbadora

• Um sistema de elevação de veículos

• Um par de luvas.

Ainda de acordo com aquela força de segurança, os detidos foram constituídos arguidos e os factos comunicados ao Tribunal Judicial de Albufeira. Os três jovens assaltantes ficaram em liberdade.

Mais Artigos