Covid-19 – Baixou para 1.393, no espaço de uma semana, o número de pessoas infetadas no Algarve, onde houve quatro falecimentos e, nos hospitais, uma redução até 40 doentes internados

Há 23 semanas consecutivas, Faro mantém-se o concelho com mais pessoas infetadas pelo novo coronavírus.

É o concelho de Faro que, no Algarve, continua a ter maior número de pessoas atingidas pela pandemia, desta vez 217 casos ativos (menos 98 comparativamente à semana anterior, até 18/08/2022), assinalou a Nota Informativa Semanal nº. 33 / 2022, referente ao Ponto de Situação Covid-19, da Comissão de Proteção Civil da Região do Algarve, divulgado no dia 26 de Agosto de 2022. Este documento foi baseado em dados apurados até às 24h00 de 25/08/2022, pela Administração Regional de Saúde do Algarve.
Por sua vez, o concelho de Loulé, com 192 casos ativos (menos 45), voltou a ocupar a segunda posição, enquanto o concelho de Portimão, ao assinalar 173 casos ativos (menos 71), ficou em terceiro lugar no que respeita a doentes infetados pela Covid-19.

Concelho de Vila do Bispo continua a registar menor número de atingidos pela pandemia

 

Com efeito, no novo ponto de situação semanal no Algarve, o concelho de Faro permanece com mais cidadãos contaminados, há vinte e três semanas, a par do de Loulé.
Por outro lado, o concelho de Vila do Bispo, agora com seis casos ativos (menos quatro), mantém-se com menor número de infetados na região, pela segunda semana consecutiva nesta fase.

 

Internados 40 doentes em enfermarias de hospitais do Algarve, o que representa um decréscimo. Já em Unidades de Cuidados Intensivos não havia ninguém, o mesmo sucedendo pela terceira semana consecutiva ao nível de ventilados

 

Neste relatório sobre a Situação Epidemiológica na Região do Algarve, apresentando “dados até às 24:00 horas do dia 25 de Agosto de 2022”, houve o registo de 40 doentes com Covid-19, hospitalizados em enfermarias (menos 15 em relação à semana anterior, até 18 de Agosto de 2022). Isto, enquanto desta vez não estavam pessoas internadas em Unidades de Cuidados Intensivos (na outra semana encontravam-se duas), nem ventilados, o que, neste caso, acontece pela terceira semana consecutiva.
Como tal, desceu de 57 para 40 o número de doentes com o vírus, em hospitais do Algarve.

 

Mais 1.141 doentes recuperaram no Algarve, o número de casos ativos desceu para 1.393, o que significa menos 411 pessoas com o vírus numa semana, e houve quatro falecimentos

 

Segundo a Administração Regional de Saúde do Algarve, no dia 25 de Agosto de 2022 estavam contabilizados 1.393 casos ativos, ou seja, menos 411 pessoas com Covid-19 no espaço de uma semana. Na anterior houve uma redução de 1.154.
A outro nível, mais 1.141 doentes acabaram por recuperar da pandemia (2.085 na outra semana). Tal permitiu chegar a 224.903 o total de casos de recuperação no Algarve, desde que o vírus apareceu no dia 06 de Março de 2020.
Foram indicadas, também, mais quatro mortes associadas a esta doença (houve duas na semana anterior), elevando, assim, para 910, desde 06 de Março de 2020, o cumulativo de óbitos na região algarvia.

Havia 1.353 pessoas, por precaução, no Domicílio, e 364 em Vigilância Ativa. Uma redução no primeiro caso e uma subida no segundo

 

Este relatório semanal apontou, ainda, 364 pessoas (mais 78) em Vigilância no Algarve, pelas autoridades de saúde, e 1.353, por precaução, no Domicílio, o que corresponde a menos 396.
Desde 06 de Março de 2020, quando a Covid-19 surgiu, já foram confirmados no Algarve 227.206 casos de infeção.
Em suma, os recentes dados das autoridades de saúde indicam mais uma descida do número de pessoas infetadas na região, onde aumentam, deste modo, os recuperados e diminuem os hospitalizados. A Covid-19 continua, pois, a dar sinais de afastamento do Algarve.

 

José Manuel Oliveira
Paulo Silva

Mais Artigos