Três homens foram detidos por agentes de investigação criminal da PSP na cidade de Faro, devido a roubo , furto e violência doméstica

Um deles tinha fugido de um estabelecimento prisional, estava na posse de droga e dinheiro e acabou por voltar para a cadeia.  

José Manuel Oliveira

Na última semana, agentes da Esquadra de Investigação Criminal de Faro da Polícia de Segurança Pública (PSP) conseguiram deter três homens, nesta cidade, indiciados pela prática de crimes de roubo, furto e violência doméstica. Tal sucedeu na sequência de diferentes investigações e acções operacionais.

Autor de furto qualificado e roubo, com recurso a arma branca, nas imediações de uma escola, em Faro, acabou por ser detido na sequência da investigação criminal da PSP 

De acordo com o comunicado do Comando Distrital da PSP de Faro, emitido na sexta-feira, dia 19 de Abril, “um dos homens é suspeito de ter praticado crimes de furto qualificado e roubo, com recurso a arma branca, nas imediações de um estabelecimento de ensino”. Acabou por ser “localizado e detido, na sequência da investigação criminal que se seguiu” e que permitiu indiciá-lo pelos referidos crimes.

Fugiu da cadeia, tinha droga e dinheiro em seu poder, e foi apanhado na capital algarvia e conduzido a Estabelecimento Prisional, para cumprir o restante tempo da pena

“Nesse mesmo dia, foi possível deter um outro suspeito, que se confirmou estar foragido de um estabelecimento prisional. Este homem tinha na sua posse, ainda, produto estupefaciente e dinheiro em numerário, tendo sido detido e conduzido a Estabelecimento Prisional, para cumprimento do restante tempo de prisão”, refere o comunicado, sem adiantar mais pormenores a este nível.

“A conduta criminosa [de um homem indiciado por violência doméstica] apresentava um crescente risco para o seio familiar do suspeito, gerando receio e medo nas vítimas, pelo que, na sequência de emissão de mandado de detenção por parte da Autoridade Judiciária, foi localizado e detido”, refere comunicado policial

“Por fim, igualmente na sequência de uma célere investigação, foi possível deter um outro suspeito, no dia seguinte, indiciado pela prática do crime de violência doméstica”, destaca a PSP. “A conduta criminosa apresentava um crescente risco para o seio familiar do suspeito, gerando receio e medo nas vítimas, pelo que, na sequência de emissão de mandado de detenção por parte da Autoridade Judiciária, o suspeito foi localizado e detido, para posterior apresentação àquela Autoridade”, acrescenta o comunicado do Comando Distrital da PSP de Faro. Não foi indicada a medida de coacção a que este indivíduo, indiciado por violência doméstica, na capitalalgarvia, fica sujeito enquanto aguarda julgamento no tribunal.

Mais Artigos