PSP efetua buscas à residência de homem que está a ser investigado na sequência de assaltos em Lagos

Suspeito, com idade compreendida entre 40 e 50 anos, toxicodependente, deverá ser presente ao Tribunal de Lagos, na sexta-feira, dia 26 de março de 2021. Proprietários de estabelecimentos comerciais e de restauração receosos com vaga de assaltos.

Agentes da Polícia de Segurança Pública (PSP) de Lagos levaram a efeito buscas à residência de um homem, com idade compreendida entre 40 e 50 anos, toxicodependente, que está a ser investigado pelas autoridades, na sequência de vários assaltos nesta cidade, segundo apurou o Litoralgarve. A investigação, realizada pela PSP e por militares da Guarda Nacional Republicana (GNR), permitiu ao procurador do Ministério Público   de Lagos emitir um mandato a autorizar a realização das buscas e a detenção do indivíduo. Este deverá ser presente ao Tribunal de Lagos, nesta sexta-feira, dia 26 de Março de 2021, para interrogatório e ficar a conhecer as medidas de coação a que poderá passar a estar sujeito.

Restaurantes  e  residências  alvo  de   furtos

Recorde-se que, nas últimas semanas, ocorreram, à noite, vários assaltos em Lagos, nomeadamente ao Restaurante Mimar, situado na Rua António Barbosa Viana, no centro da cidade, de onde foi levada uma caixa com o dinheiro de gorjetas do pessoal, à Garrafeira Soares, na Rua Lima Leitão, e ao Restaurante Prato Cheio, na Rua Dr. Francisco Sá Carneiro, além de várias residências.

Assalto  em   apenas   oito  segundo  ao  Restaurante  Mimar,  com  vidro   da  porta   partido  a pontapé  e  à  pedrada

O homem, agora detido, está a ser investigado por alguns assaltos. No Restaurante Mimar, como o Litoralgarve, revelou na altura, o furto, ocorrido no dia 13/03/2021 e registado pelas câmaras de vídeo do estabelecimento, durou apenas oito segundos, tendo o indivíduo, com máscara e um gorro, partido o vidro de uma porta, recorrendo a pontapés e uma pedra. O mesmo método terá sido, também, utilizado noutros assaltos, o que está a provocar uma onde de receio entre os proprietários de vários estabelecimentos comerciais e de restauração em Lagos,

(em atualização)

José Manuel Oliveira

Mais Artigos