PJ deteve em Lagos homem pela presumível autoria dos crimes de abuso sexual de crianças, recurso à prostituição de menores e tráfico de estupefacientes

A Polícia Judiciária (PJ) deteve um homem pela presumível autoria dos crimes de abuso sexual de crianças, recurso à prostituição de menores e tráfico de estupefacientes, que tiveram lugar entre abril e junho de 2023, em Lagos, envolvendo vítimas de 13, 14 e 17 anos.

Os factos iniciaram-se e prosseguiram no interior da própria habitação do suspeito, que, valendo-se da influência que exercia sobre as menores, vulneráveis em razão da idade, das carências económicas das mesmas e do produto estupefaciente que lhes cedia para consumo, incentivava-as a práticas sexuais de relevo mediante pagamento.     

A investigação realizada pelo Departamento de Investigação Criminal de Portimão da PJ iniciou-se após denúncia de uma das menores institucionalizada e permitiu a recolha de relevantes elementos probatórios que culminaram na detenção do suspeito.

O detido, de 33 anos, vai ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação.

O inquérito é titulado pelo Ministério Público de Lagos.