Partido CHEGA denuncia e repudia, o centro de
emprego do Partido Socialista que se tornou o
Município de Portimão

Na reunião de câmara de 26 de Outubro, o executivo permanente do Partido Socialista do
Município de Portimão, contrata a ex-vereadora da Câmara Municipal de Loulé, com o pelouro
do Urbanismo, Heloísa Bárbara Madeira e Madeira, através de um procedimento por ajuste
direto, de valor de 19.800,00€ (dezanove mil e oitocentos euros), acrescido de IVA à taxa legal
em vigor, por 6 meses.


O Partido CHEGA denuncia e repudia, o centro de emprego do Partido Socialista que se tornou o
Município de Portimão.


Estranha-se que a Heloísa Madeira depois de ter sido descartada das listas autárquicas pelo Partido Socialista nas ultima eleições autárquicas de 2021, devido ao envolvimento na dualidade de critérios na apreciação de projetos urbanísticos no Município de Loulé, seja a melhor solução para promover a assessoria do PDM de Portimão.


Heloísa Bárbara Madeira e Madeira é contratada para o apoio jurídico no departamento de
gestão urbanística e mobilidade, no âmbito de revisão do PDM, PU da Praia da Rocha, NDE do
Morgado de ARGE e elaboração do Regulamento Municipal de Urbanização e Edificação.
O Partido CHEGA após a denúncia em reunião de câmara da existência de “empregos para os
amigos do Partido Socialista”, ficou mais perplexo com as declarações do Vereador do
Urbanismo, João Gamboa, afirmando que Heloísa Madeira já vem colaborando com o Município
de Portimão anteriormente, ou seja, verifica-se claramente um fracionamento da despesa.


O Partido CHEGA alertou em reunião de câmara que não faz sentido a respectiva contratação
por 6 meses, constata-se que a anterior contratação, mencionada pelo Vereador João Gamboa,
não foi a reunião de câmara, a presente deliberação nº 747 pelo período de 6 meses, e outras
futuras se seguirão, devido à complexidade da matéria em facto, nem a Super Mulher
conseguiria produzir com enorme proveito num curto espaço de tempo, matéria jurídica de
enorme complexidade.


O Partido CHEGA defende a existência de concurso públicos para matérias de grande relevância
para os Municípios, exige-se maior transparência dos dinheiros e procedimentos públicos…
Estranha-se que a Heloísa Madeira depois de ter sido descartada das listas autárquicas pelo Partido
Socialista nas ultima eleições autárquicas, devido ao envolvimento na dualidade de critérios na
apreciação de projetos urbanísticos.


O Partido CHEGA, denunciou na reunião de câmara, igualmente, a Presidente Isilda Gomes, por
ter como assessor: Sérgio Nicolae Sena Martins dos Santos para os assuntos Europeus – Comité das
Regiões e que o mesmo procedimento não tinha sido dado conhecimento em reunião de Câmara
nem na Assembleia Municipal. Este assessor é actualmente membro do Secretariado do Partido
Socialista do Distrito de Faro.


Isilda Gomes nega-se de acordo com a Lei a providenciar funcionário municipal ou contratar
externamente, secretaria, para apoio ao trabalho autárquico dos Vereadores Não Permanentes.

PUBLICIDADE