Loulé recebe formação sobre relação entre texto e imagem no processo narrativo

“Quando uma carica é uma princesa” é o nome da formação que Dora Batalim SottoMayor leva à Biblioteca Municipal Sophia de Mello Breyner, em Loulé, no dia 18 de maio.

Diz-se que uma imagem vale mil palavras. E uma história, quantas imagens vale? Esta ação de formação propõe aos participantes trabalhar a complexa relação que se estabelece entre texto e imagem no processo narrativo, de forma concreta e criativa.

Iremos percorrer, de forma interativa e aplicada, alguns dos princípios de análise do texto visual e do texto verbal, tendo em vista estimular uma leitura mais aprofundada dos álbuns e dos livros ilustrados.

A formadora irá apresentar muitos livros. Livros de artista e livros com imagens e ilustrações serão a base do trabalho. Aqueles de que mais gosta (e que a ensinaram a ler/contar melhor) e outros que, de certeza, já existem nas nossas bibliotecas. Tomaremos dos contos tradicionais as fórmulas estruturais e experimentaremos contá-los através de imagens.

«Na oficina muito prática que integra esta ação de formação, descobriremos, fazendo, como é que “as caricas podem ser princesas” de forma simbólica, criando objetos muito especiais para contar histórias.

Tudo isto é muito facilmente transposto para a sala de aula ou biblioteca, replicando as metodologias com crianças e jovens. No final esperamos ter contribuído para a reflexão crítica sobre este género literário, para a construção de critérios de seleção e para a aprendizagem concreta da linguagem, da ilustração e dos contos tradicionais».

A formação decorre das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 17h00.

As vagas são limitadas e podem ser efetuadas através do email  biblioteca@cm-loule.pt

Confere-se diploma de participação.

Mais Artigos