Inauguração do Centro Interpretativo do Salva-vidas de Alvor tem início com espetáculo comunitário

O derradeiro momento oficial da programação relativa ao 99.º aniversário da elevação de Portimão à categoria de cidade terá lugar a partir das 15h00 de 16 de dezembro, quando for inaugurado o Centro Interpretativo do Salva-vidas de Alvor.

 

O novo equipamento cultural resulta das obras de reabilitação do edifício emblemático da Estação do Instituto de Socorros a Náufragos de Alvor e é um projeto da Câmara Municipal de Portimão, através do seu Museu, com a colaboração da Junta de Freguesia de Alvor, no sentido da criação de um núcleo museológico dedicado à história do salva-vidas “Alvor”, também recuperado, ambos em íntima relação com a comunidade piscatória da vila, suas vivências e saberes.

 

A inauguração do Centro Interpretativo do Salva-vidas de Alvor será assinalada com um programa de atividades, cujo início é marcado por um momento especial. Assim, a partir dos armazéns de pesca da vila, e ao longo da zona ribeirinha, até ao Centro Interpretativo, poderá ser acompanhado o espetáculo de teatro comunitário “Ao sabor da sorte e do destino”, que levará pelas ruas um pouco da história do salva-vidas “Alvor” e a sua forte relação com os pescadores desta típica vila do concelho de Portimão.

 

O espetáculo contará com a participação da própria comunidade, sob direção artística de Raquel Belchior, produção da Ordem do O – Associação Cultural e equipa artística composta por Juliana Pinho, Luís Valdir, Pedro Ramos, Mara Morgado e Ana Lúcia Palminha.

 

A construção deste espetáculo no terreno contou com o apoio da Associação dos Pescadores Profissionais de Alvor, do Clube Naval D. João II, da ACRA Alvorense, 1.º de Dezembro, da empresa marítimo-turístico Trigana, da Capitania do Porto de Portimão e do grupo de pescadores que recebeu o grupo no seu espaço de trabalho.

 

Seguir-se-á, pelas 16h30, a cerimónia oficial de inauguração do Centro Interpretativo do Salva-vidas de Alvor e, logo após, beberete na antiga lota. Às 19h00 terá início o concerto com o artista João Leote, que encerrará o programa de inauguração do novo espaço cultural.

 

Reabilitar a memória coletiva de Alvor

 

O Centro Interpretativo do Salva-vidas de Alvor, contou com o apoio do CRESC Algarve 2020 – Programa Operacional Regional do Algarve, através do PADRE – Plano de Ação de Desenvolvimento de Recursos Endógenos, tendo um investimento aprovado de 312.800 euros, com a comparticipação do FEDER na ordem dos 218.960 euros.

 

Um dos principais pontos de interesse do centro interpretativo, que constituirá um forte ponto de atração turística também na época baixa, é o antigo salva-vidas “Alvor”, de grande importância para os pescadores da terra desde que entrou em funcionamento no ano de 1933, tendo beneficiado recentemente de profunda recuperação, por iniciativa do Município de Portimão.