Homem detido por agentes da PSP, na cidade de Faro, com 50 doses de droga prontas para venda

Ainda tentou fugir, mas foi prontamente travado pelos polícias.

José Manuel Oliveira

Foi detido, por agentes da Polícia de Segurança Pública (PSP) de Faro, na quarta-feira, 01 de Maio, feriado, Dia do Trabalhador, um homem, nesta cidade, devido a tráfico de estupefacientes e que ainda tentou fugir ao se aperceber da presença das autoridades.

Ações de patrulhamento desenvolvidas na baixa de Faro, com recurso a diversos meios e valências policiais, permitiram detectar traficante de estupefacientes

“A detenção ocorreu na cidade de Faro, na sequência das ações de patrulhamento recorrentes desenvolvidas na baixa desta cidade, com recurso a diversos meios e valências policiais, com o intuito de garantir o sentimento de segurança a todos os cidadãos que ali se deslocam. Durante o patrulhamento, a Equipa de Prevenção e Reação Imediata detetou um homem que, na presença dos polícias, procurou encetar fuga, tendo sido prontamente travado. Foi possível apurar que o suspeito tinha, na sua posse, cerca de 50 doses individuais de estupefaciente prontas para venda ao consumidor, pelo que foi detido”, revela, em comunicado, divulgado durante a tarde de quinta-feira, 02 de Maio de 2024, o Comando Distrital de Faro da PSP. Não foi indicada qual a medida de coação a que o homem fica sujeito.

Em Portimão, a polícia deteve um suspeito de assalto a estabelecimento comercial, com arma branca. Fica a aguardar julgamento em liberdade, após ter sido constituído arguido e sujeito à medida de coacção mínima de Termo de Identidade e Residência

Por outro lado, ao início da tarde de terça-feira, 30 de Abril, na cidade de Portimão, a PSP recebeu a notícia de um roubo registado num estabelecimento comercial, com recurso a arma branca. “Na posse desta informação, a Esquadra de Investigação Criminal da PSP de Portimão iniciou, de imediato, diligências de investigação com vista à identificação do suspeito e recolha de prova, tendo, no dia de ontem [01 de Maio] localizado o suspeito”, refere o mesmo comunicado. Dessa forma, “foi possível apreender a arma branca, assim como outros bens que permitiram indiciar o suspeito pela prática do roubo, tendo este sido constituído arguido, interrogado e sujeito a Termo de Identidade e Residência”, acrescenta a PSP.

O indivíduo fica, assim, em liberdade, enquanto aguarda julgamento. Não foram indicados mais detalhes sobre esse assalto ocorrido em Portimão, no último dia de Abril.

 

 

Mais Artigos