Edifício da antiga Alfândega foi cedido ao Município de Portimão para criação de espaço vivo de cultura

O Município de Portimão protocolou com o Estado a transferência, por 50 anos, das competências de gestão do palacete de Domingos Leonardo Vieira, onde funcionaram a Alfândega e a Guarda Fiscal, que será alvo de intervenção no sentido de transformar o edifício em espaço vivo de cultura, especialmente vocacionado para conferências e exposições.

O anúncio foi feito por Álvaro Bila, presidente em regime de substituição da Câmara Municipal de Portimão, durante a apresentação pública do Núcleo Museológico Casa Manuel Teixeira Gomes, realizada no passado dia 27 de maio por ocasião do 164.º aniversário do nascimento do mais ilustre portimonense, que se notabilizou como diplomata, empresário, escritor e Presidente da República.

Para o efeito, já existem estudos prévios relativos à reabilitação e adaptação do imóvel, localizado na Rua Júdice Biker, tendo como objetivo alargar as valências culturais nesta zona nobre da cidade, em conjunto com o futuro Núcleo Museológico Casa Manuel Teixeira Gomes, ao qual estará interligado.