Brasileiro de 60 anos detido pela PJ por burla qualificada

Um cidadão estrangeiro, de 60 anos, foi detido pela Unidade de Informação Criminal da PJ, no Algarve, no cumprimento de um mandado de detenção internacional, emitido em setembro do ano passado, pelas autoridades judiciárias brasileiras, pela prática do crime de burla qualificada.

Os factos ocorreram em 2017 numa cidade do Estado de Santa Catarina, Brasil, onde o suspeito, aproveitando-se dos conhecimentos decorrentes da função pública em cargo que desempenhava, conseguiu praticar burlas, que ascenderam a milhões de reais.

A troca de informação entre a PJ e a Polícia Federal do Brasil, através dos canais de cooperação internacional, foi de extrema relevância para a localização e detenção do suspeito.

Presente ao Tribunal da Relação de Évora, foi determinado que aguardasse os termos do processo de extradição em prisão preventiva.

Mais Artigos